Homem invade pronto-socorro e atira em dois em SP


Um homem armado invadiu um pronto-socorro em São Bernardo do Campo (SP) na tarde de hoje e atirou dentro do local. Segundo informações da Polícia Militar (PM), duas pessoas ficaram feridas. O crime aconteceu no Pronto-Socorro Alvarenga por volta das 18 horas.

Até por volta das 20h30, a polícia não conseguiu localizar o homem, que conseguiu fugir logo após os disparos. De acordo com a polícia, uma traição pode ter sido o motivo do crime. Um dos feridos poderia ser amante da mulher do autor dos tiros. O caso será registrado no 3ºDP de São Bernardo do Campo.

Fim do mundo maia é um erro de interpretação, diz arqueólogo


O prognóstico maia do fim do mundo foi um erro histórico de interpretação, segundo revela o conteúdo da exposição "A Sociedade e o Tempo Maia" inaugurada recentemente no Museu do Ouro de Bogotá.

O arqueólogo do Inah (Instituto Nacional de Antropologia e História do México) e um dos curadores da mostra, Orlando Casares, explicou à Agência Efe que a base da medição do tempo desta antiga cultura era a observação dos astros.

Eles se inspiravam, por exemplo, nos movimentos cíclicos do Sol, da Lua e de Vênus, e assim mediam suas eras, que tinham um princípio e um final.

"Para os maias não existia a concepção do fim do mundo, por sua visão cíclica", explicou Casares, que esclareceu: "A era conta com 5.125 dias, quando esta acaba, começa outra nova, o que não significa que irão acontecer catástrofes; só os fatos cotidianos, que podem ser bons ou maus, voltam a se repetir."

Para não deixar dúvidas, a exposição do Museu do Ouro explica o elaborado sistema de medição temporal desta civilização.

"Um ano dos maias se dividia em duas partes: um calendário chamado 'Haab' que falava das atividades cotidianas, agricultura, práticas cerimoniais e domésticas, de 365 dias; e outro menor, o 'Tzolkin', de 260 dias, que regia a vida ritualística", acrescentou Casares.

A mistura de ambos os calendários permitia que os cidadãos se organizassem. Desta forma, por exemplo, o agricultor podia semear, mas sabia que tinha que preparar outras festividades de suas deidades, ou seja, "não podiam separar o religioso do cotidiano".

Ambos os calendários formavam a Roda Calendárica, cujo ciclo era de 52 anos, ou seja, o tempo que os dois demoravam a coincidir no mesmo dia.

Para calcular períodos maiores utilizavam a Conta Longa, dividida em várias unidades de tempo, das quais a mais importante é o "baktun" (período de 144 mil dias); na maioria das cidades, 13 "baktunes" constituíam uma era e, segundo seus cálculos, em 22 de dezembro de 2012 termina a presente.

Com esta explicação querem demonstrar que o rebuliço espalhado pelo mundo sobre a previsão dos maias não está baseado em descobertas arqueológicas, mas em erros, "propositais ou não", de interpretação dos objetos achados desta civilização.

De fato, uma das peças-chave da mostra é o hieróglifo 6 de Tortuguero, que faz referência ao fim da quinta era, a atual, neste dezembro, a qual se refere à vinda de Bolon Yocte (deidade maia), mas a imagem está deteriorada e não se sabe com que intenção.

A mostra exibida em Bogotá apresenta 96 peças vindas do Museu Regional Palácio Cantão de Mérida (México), onde se pode ver, além de calendários, vestimentas cerimoniais, animais do zodíaco e explicações sobre a escritura.

Para a diretora do Museu do Ouro de Bogotá, Maria Alicia Uribe, a exibição sobre a civilização maia serve para comparar e aprender sobre a vida pré-colombiana no continente.

"Interessa-nos de alguma maneira comparar nosso passado com o de outras regiões do mundo", ressaltou Maria sobre esta importante coleção de arte e documentário.

A exposição estará aberta ao público até 12 de fevereiro de 2012, depois deve ser transferida para a cidade de Medellín.

Chuvas no Paraná deixam desalojados e desabrigados


As chuvas que afetaram o Paraná durante o sábado causaram danos em diversos municípios paranaenses, principalmente por terem vindo acompanhadas de ventos fortes e granizo em algumas regiões. Segundo boletim divulgado pela Defesa Civil neste domingo, pelos menos 109 mil pessoas foram afetadas. Dessas, 253 ficaram desalojadas e 5 ficaram desabrigadas. Pouco mais de 2 mil residências foram danificadas.

Por enquanto, a Defesa Civil registrou uma vítima fatal por causa das chuvas. O comerciante Armindo Villalba Segóvia, de 57 anos, morreu ontem com a queda da laje de sua lanchonete, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, provocada pelo forte temporal que atingiu a região.

Além disso, houve vários casos de quedas de árvores sobre casas, rede elétrica, veículos, além de quedas no fornecimento de energia elétrica. Até o meio-dia deste domingo, nenhum município havia decretado Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública.

Chávez diz que vai retribuir apoio recebido de Lula durante tratamento de câncer


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, manifestou hoje (30) solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, diagnosticado com um tumor na laringe. Chávez, que também enfrenta um câncer, disse que irá retribuir o apoio recebido de Lula.

“Em nome do povo venezuelano e da experiência que vivi de ter enfrentado uma situação semelhante, quero expressar, a partir da irmandade que nos une ao companheiro Lula, meu profundo desejo de que o tratamento a que será submetido nas próximas semanas permita uma rápida recuperação, a fim de manter por muitos anos a luz do seu pensamento e a liderança que tanto fez pelo seu país, para a nossa América e para as nações do mundo”, diz o comunicado divulgado pela Presidência da República da Venezuela.

Chávez disse que assim que soube do diagnóstico de Lula “entrou em contato com os amigos do Brasil” para transmitir ao ex-presidente e ao povo brasileiro “solidariedade e acompanhamento neste momento de dificuldade”.

“Lula sabe que vou estar atento ao desenvolvimento de todo o processo, como ele tem estado comigo na circunstância que eu vivi e estou superando”. No texto, Chávez chama o ex-presidente de irmão. “Lula, irmão, viveremos e venceremos!”

Lula recebeu o diagnóstico ontem (29), depois de se submeter a exames no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Na quinta-feira (27), na festa em que comemorou 66 anos, o ex-presidente queixou-se da rouquidão excessiva dos últimos dias e foi aconselhado pelo médico Roberto Kalil a fazer uma consulta. Os primeiros exames foram feitos na sexta-feira (28) e, ontem, ao retornar para complementar o procedimento, ele recebeu o diagnóstico. O ex-presidente será submetido a sessões de quimioterapia a partir de amanhã (31).

Quadrilha invade prédio do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte e rouba caixa eletrônico


Uma quadrilha composta por pelo menos seis homens invadiu a sede do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN), na madrugada deste domingo (30), em Natal (RN), e arrombou o caixa eletrônico instalado dentro de uma agência bancária que fica no local. Conforme a polícia, a quadrilha rendeu e amarrou os vigilantes do TJ-RN antes de arrombar o caixa eletrônico.

Ainda de acordo com a polícia, os homens passaram mais de três horas dentro da agência, apesar da sede do TJ-RN ficar a poucos metros de uma delegacia.  Imagens gravadas por câmeras de vigilância dos prédios vizinhos serão analisadas pela polícia.

Todos os integrantes da quadrilha estavam encapuzados e fortemente armados com pistolas. A quantia de dinheiro levada pelo grupo ainda não foi divulgada. Este foi o segundo caso de roubo a banco em menos de um mês na mesma avenida. No primeiro roubo, o alvo foram caixas eletrônicos do banco Santander. Até agora ninguém foi preso.

Terremoto de 6 graus na escala Richter afeta norte do Chile


Santiago do Chile, 30 out (EFE).- Um terremoto de 6 graus de magnitude na escala Richter afetou neste domingo parte do norte do Chile, mas não há informações sobre feridos ou danos materiais.

De acordo com relatório do Instituto de Geofísica da Universidade do Chile, o fenômeno foi sentido às 15h53 no horário local (16h53 em Brasília) e seu epicentro se situou a 47,1 quilômetros de profundidade e a 1.400 quilômetros ao norte de Santiago.

Algumas emissoras de rádio locais afirmaram que as pessoas que vivem em edifícios se assustaram e tentaram escapar para áreas abertas.

Analistas classificaram grande parte do norte do Chile como uma "zona quente" para um grande terremoto, já que desde 1878 não se registra um tremor de grande magnitude na área.

Governo suspende por 30 dias pagamento de convênios com ONGs


O governo informou nesta domingo (30) que a presidenta Dilma Rousseff assinou um decreto que suspende por 30 dias o pagamento de convênios com ONGs (organizações não governamentais).

Segundo informações do blog do Planalto, o pagamento está suspenso para que seja feita a "avaliação da regularidade da execução dos convênios, contratos de repasse e termos de parceria".

O decreto entra em vigor nesta segunda-feira (31), quando será publicado no "Diário Oficial" da União.

A medida ocorre em meio à crise no Ministério do Esporte após a denúncia de um esquema de desvio de recursos do programa Segundo Tempo, que dá verba a ONGs para incentivar jovens a praticar esportes.

A acusação foi feita à revista "Veja" pelo policial militar João Dias Ferreira. Ele e seu motorista disseram em entrevista à revista que o então ministro Orlando Silva recebeu parte do dinheiro desviado pessoalmente na garagem do ministério.

Orlando tem desqualificado o policial militar em entrevistas e nas oportunidades que falou do assunto e disse que as acusações podem ser uma reação ao pedido que fez para que o TCU (Tribunal de Contas da União) investigue os convênios do ministério com a ONG que pertence ao autor das denúncias.

O Esporte disse que Ferreira firmou dois convênios com a pasta, em 2005 e 2006, que não foram executados. O ministério pede a devolução de R$ 3,16 milhões dos convênios.

Orlando deixou o governo na semana passada, e foi substituído por Aldo Rebelo.

Após ser confirmado na pasta, Aldo cancelou sete convênios do programa Segundo Tempo.

Os contratos suspensos somam R$ 9,4 milhões e alguns deles envolvem instituições ligadas ao PC do B citadas em escândalos nos últimos dias.

Após diagnóstico de câncer, Lula deixa hospital; tratamento deve começar na segunda-feira

Após uma série de exames que diagnosticaram a presença de um tumor maligno na laringe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou o hospital Sírio Libanês em São Paulo na noite deste sábado (29). Ele estava acompanhado da mulher, Marisa Letícia. O casal seguiu para o apartamento da família em São Bernardo do Campo (SP). Lula deve retornar ao hospital na próxima segunda para começar o tratamento contra o câncer.

Lula saiu do hospital caminhando ao lado da mulher e não conversou com os jornalistas. Ele deixou o local em carro particular dirigido por seguranças.

O ex-presidente, que completou 66 anos na última quinta (27), estava com rouquidão considerada acima do normal vinha se queixando de dores de garganta nos últimos dias.

Segundo o médico Rafael Possik, oncologista do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde ele deu entrada na noite de ontem (28), esse tipo de tumor está diretamente relacionado ao consumo de tabaco e bebidas alcoólicas.

A laringe é um órgão situado na região do pescoço e tem funções respiratórias e relacionadas ao aparelho vocal. O câncer de laringe atinge principalmente homens e é um dos mais comuns na região da cabeça e pescoço.

O tratamento deve durar pelo menos cerca de três meses. O tumor tem, segundo médicos da equipe do hospital que atendem o ex-presidente, entre dois e três centímetros, tamanho considerado médio, e está situado sobre a glote do ex-presidente. Os médicos descartaram, por enquanto, a necessidade de cirurgia. Lula deve ser submetido a três ciclos de quimioterapia, uma a cada 20 dias, durante o tratamento.

Segundo o Instituto do Câncer (Inca), fumantes têm dez vezes mais chances de desenvolver câncer de laringe que pessoas que não fumam. O câncer de laringe representa cerca de 25% dos tumores malignos na região da cabeça e pescoço. Dois terços dos tumores do gênero ocorrem na corda vocal.

Repercussão
A presidente Dilma Rousseff divulgou nota à imprensa na qual deseja a “rápida recuperação” de seu antecessor. Ela lembrou também que já passou por esse tipo de tratamento, para combater um câncer linfático detectado em 2009. Na ocasião, a atual governante se tratou com a mesma equipe de médicos do hospital Sírio Libanês, e conseguiu combater a doença ao mesmo tempo em que realizava sua campanha eleitoral à Presidência da República.

Leia na íntegra o comunicado do hospital Sírio Libanês sobre o estado do ex-presidente:

O Ex-Presidente da República, Sr. Luís Inácio Lula da Silva realizou exames no dia de hoje no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, tendo sido diagnosticado um tumor localizado de laringe.

Após avaliação multidisciplinar, foi definido tratamento inicial com quimioterapia, que será iniciado nos próximos dias. O paciente encontra-se bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial.

A equipe médica que assiste o Ex-Presidente é coordenada pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski, Gilberto Castro e Rubens V. de Brito Neto."

Fabricantes terão de reduzir substância cancerígena em refrigerantes


Fabricantes de refrigerantes de baixas calorias ou dietéticos cítricos vão reduzir a quantidade de benzeno (substância cancerígena) das bebidas no prazo de até cinco anos, conforme acordo fechado com Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG). As informações são da Proteste Associação de Consumidores.

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com a Ambev, a Coca-Cola e a Schincariol prevê que a quantidade máxima deverá ficar em cinco microgramas por litro.

A presença do benzeno nas bebidas foi detectada em 2009 pela Proteste ao realizar exames em 24 amostras de diferentes marcas. O Termo de Ajustamento de Conduta foi assinado agora, dois após o MPF instaurar inquérito civil público para apurar o caso.

Ao analisar 24 amostras de diferentes marcas, a Associação detectou a presença do benzeno em sete delas: Fanta laranja, Fanta Laranja light, Sukita, Sukita Zero, Sprite Zero, Dolly Guaraná e Dolly Guaraná diet. Em duas das amostras – Fanta laranja light e Sukita Zero – a concentração estava acima dos limites considerados aceitáveis para a saúde humana. Foram encontrados limites aceitáveis de benzeno no Dolly guaraná tradicional e light, na Fanta laranja tradicional, Sukita tradicional e no Sprite Zero.

De acordo com o MPF, a legislação brasileira, em especial o Código de Defesa do Consumidor, estabelece que os produtos colocados à venda no mercado não poderão trazer riscos à saúde ou à segurança dos consumidores, obrigando-se os fornecedores, em qualquer hipótese, a fornecer as informações necessárias e adequadas a respeito.

Já que as bebidas testadas traziam ácido benzoico, era possível que algumas também tivessem benzeno, uma substância cancerígena que resulta da combinação dos ácidos benzoico e ascórbico, mais conhecido como vitamina C.Estas duas substâncias juntas, sob certas condições de exposição à luz e ao calor, podem reagir e formar o benzeno.

Como não existe um limite fixado pela Anvisa para refrigerantes, a Proteste utilizou  o  parâmetro de água potável que é de 5 micrograma por litro. Como a OMS e as autoridades sanitárias estrangeiras e nacionais não estabeleceram um limite de benzeno para refrigerantes e sucos, considera-se que, no mínimo, deve ser adotado o mesmo limite utilizado para a água potável. As marcas reprovadas estavam acima desse limite.

O MPF também expediu recomendação para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária realizasse os estudos necessários para determinar a concentração máxima, tolerável, da substância nos refrigerantes comercializados no país.

Enquanto isso, o MPF reuniu-se com os fabricantes para tentar uma solução amigável e definitiva, que pudesse proteger os consumidores. Desde o início, três deles, que representam quase 90% do mercado, dispuseram-se a acatar as orientações do Ministério Público.

Os fabricantes informaram que a formação do benzeno decorre de um processo químico geralmente desencadeado nos refrigerantes light/diet, já que a presença do açúcar inibe a formação da substância. Disseram ainda que “a eventual identificação de traços mínimos de benzeno em determinado produto pode se dar por razões diversas e alheias aos esforços da empresa, como, por exemplo, em decorrência da quantidade de benzeno pré-existente na água”.

Auxílio-doença sairá sem perícia para afastamento de até 60 dias


O presidente do INSS, Mauro Hauschild, apresentou nesta semana o novo modelo de concessão de auxílio-doença, sem perícia, para afastamentos de até 60 dias. A nova regra começará a ser testada no ano que vem para valer em todo o país em 2013. Hoje, o exame é obrigatório em todos os afastamentos superiores a 15 dias.

A proposta, apresentada no Conselho Nacional de Previdência Social, em Brasília, vai tirar a perícia da maioria dos casos de doença ou acidente. A intenção é a de que o projeto comece até fevereiro na região Sul, em São Paulo e na Bahia.

Deverão ser beneficiados com a eliminação do exame os segurados que sofrerem pequenas fraturas, passarem por cirurgias ou por um pós-operatório ou estiverem com alguma doença infecciosa (tuberculose, por exemplo), segundo o presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos, Geilson Gomes.

Terão de passar por perícia no posto, na hora da concessão do auxílio, os segurados que sofrerem acidentes de trabalho (porque é preciso avaliar, por exemplo, a culpa da empresa), com sintomas que não caracterizem doenças específicas (mal-estar ou dores) ou com doenças originadas desde o nascimento ou na infância.


A Previdência também irá preparar uma lista, chamada de Tabela Repouso, com os períodos médios de afastamento de cada doença.

A proposta inicial do INSS já sofreu algumas alterações desde que começou a ser desenvolvida. O período de afastamento pela nova regra já havia sido cogitado em 30 e em 45 dias. O prazo mínimo de contribuições seguidas ao INSS para ter o auxílio sem perícia caiu de 36 para 24 meses pela nova proposta.

"Estamos próximos de ter a proposta estruturada", disse Hauschild. Ele não descarta que, no futuro, o programa inclua benefícios de até 120 dias. A greve dos servidores do Dataprev (órgão de informática do INSS) atrasou o início do teste em Anápolis (GO).

Queda de Orlando Silva põe "Plantão da Globo" nos TTs do Twitter


O anúncio da queda do até então ministro do Esporte Orlando Silva foi feito com o tradicional Plantão da Globo e sua música característica. No Twitter, no entanto, o fato ganhou outro viés. Internautas do país inteiro acharam a notícia pequena para tanta pompa na TV aberta e fizeram do assunto um dos mais comentados no microblog, nesta quarta-feira.

“Antigamente a musiquinha do Plantão da Globo tocava e já perguntavam quem morreu? Essa magia acabou”, lamentou um usuário da rede. “Do jeito que tá, o próximo Plantão da Globo vai ser pra anunciar quem matou o Salomão Hayala”, comentou outro. “Aquela decepção de quem ninguém morreu no Plantão da Globo”, dizia o post de um site. E uma jovem foi além: “Plantão da Globo aparece e eu logo penso: la vem notícia ruiiiiiiiiimm!!!! Dessa vez até q a notícia foi boaaaa...”, brincou.

Conforme o tema ganhava mais adeptos tuiteiros, mais sugestões criativas iam surgindo para o boletim da Globo. “Daqui a pouco o Plantão da Globo vai virar o EGO: vai tocar a música e mostrar a Nana Gouveia pagando peitinho na praia”, sugeriu um habitué.
Vaja os comentários

Procuradoria denuncia 65 pessoas por fraudes no Detran do Rio


O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou nesta quarta-feira 65 pessoas sob acusação de envolvimento em crimes de fraude no Detran.

A Procuradoria também requisitou à Justiça a decretação da prisão preventiva de 52 dos denunciados. A denúncia se baseia na investigação policial que apurou a conduta criminosa de funcionários do Detran, prestadores de serviço, despachantes públicos, falsos despachantes, representantes e funcionários de autoescolas, além de psicólogos vinculados a clínicas credenciadas para a realização de exames médicos.

Os acusados atuavam de forma fraudulenta nos processos de emissão da Carteira Nacional de Habilitação, licenciamento de veículos, mudanças de categorias, alteração da pontuação de multas e autos de infração, entre outras atividades, ao longo dos anos de 2010 e 2011.

A denúncia foi proposta pela 16ª Promotoria de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos do Ministério Público do Rio.

Os funcionários passaram a ser monitorados durante as investigações e foram flagrados em negociações de "vendas" de carteiras de habilitações, entre outras irregularidades. As buscas e apreensões realizadas com autorização da Justiça também serviram para identificar os instrumentos utilizados para a prática dos crimes, entre eles, dezenas de moldes de massa de modelar e silicone para validar a presença de alunos em aulas nos Centros de Formação de Condutores, além de formulários Registro Nacional de Carteira de Habilitação.

Todos os envolvidos foram denunciados sob acusação de corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, falsidade ideológica, falsidade de documento particular, inserção de dados falsos em sistemas de informação.

"Forbes": Michael Jackson se mantém como o mais lucrativo dos mortos nos EUA


Nova York, 25 out (EFE).- Michael Jackson lidera pelo segundo ano consecutivo o ranking de pessoas mortas que geram mais lucros nos Estados Unidos, à frente de Elvis Presley e Marilyn Monroe, segundo a lista divulgada nesta terça-feira pela revista "Forbes".

O Rei do Pop, morto em junho de 2009, gerou no ano passado um total de US$ 170 milhões, mais que qualquer músico incluindo os vivos, exceto a banda irlandesa U2. Mas essa quantia é muito menor que os US$ 270 milhões de 2009, quando morreu aos 50 anos em um incidente permeado de mistério, que aumentou ainda mais sua fama.

Como se não bastasse, a "Forbes" indicou que Michael Jackson pode chegar a ganhar mais por suas excursões póstumas que em vida, como exemplifica o espetáculo mundial "The Immortal World Tour", uma homenagem ao artista que o grupo Cirque du Soleil lançou no último dia 3 e deve levar a 46 cidades dos Estados Unidos e Canadá.

O segundo colocado no ranking é Elvis Presley, que no ano passado produziu lucros de US$ 55 milhões graças aos direitos autorais de suas músicas, as visitas de turistas a sua mansão Graceland e ao espetáculo "Viva Elvis", outra produção do Cirque du Soleil.

Em 2010, a companhia de espetáculos canadense também gerou notáveis lucros em royalties com a obra "Love" para os ex-beatles John Lennon, que ocupa o quinto lugar do ranking com US$ 12 milhões, e George Harrison, 13º da lista com US$ 6 milhões - empatado com a ex-modelo Bettie Page e o artista pop Andy Warhol.

A primeira mulher da classificação é Marilyn Monroe, em terceiro lugar após lucrar US$ 27 milhões num ano em que os direitos sobre seu nome e imagem foram vendidos por sua única herdeira, a Authentic Brands Group, que também comercializa o legado do músico jamaicano Bob Marley.

Na quarta colocação, está o cartunista Charles Schulz, criador das histórias de Charlie Brown e Snoopy, que produziu lucros de US$ 25 milhões em 2010. Em quinto, aparece Elizabeth Taylor, falecida em março passado e empatada com John Lennon, com US$ 12 milhões.

Liz Taylor gerou a maior parte desse dinheiro das vendas de seu perfume White Diamonds, mas pode ganhar muito mais em dezembro, quando a casa de leilões Christie's venderá sua coleção de joias e objetos pessoais, estimada em US$ 30 milhões.

Na sequência, vêm o cientista Albert Einstein (US$ 10 milhões); o escritor de livros infantis Theodor Geisel ("Dr. Seuss") (US$ 9 milhões); o guitarrista Jimi Hendrix (US$ 7 milhões); o romancista sueco Stieg Larsson, autor da trilogia "Millenium" (US$ 7 milhões); o ator Steve McQueen (US$ 7 milhões); e o compositor Richard Rodgers (US$ 7 milhões).

'Quer pagar quanto?' faz Casas Bahia ser condenada a indenizar funcionária



RIO - De tanto ouvir piadas e comentários maldosos devido aos broches com os bordões "Quer pagar quanto?" e "Olhou, Levou", a funcionária da Casas Bahia Viviane Corrêa da Silva acabou recorrendo à Justiça e conseguiu que empresa fosse condenada a pagar uma indenização de R$ 5 mil por dano moral, segundo informação divulgada nesta terça-feira pela Justiça do Trabalho do Rio. Viviane alegou que era obrigada a usar o broche com os dizeres, partes de uma campanha publicitária da loja.

No processo, os advogados da Casas Bahia alegaram que os clientes sabiam que as frases ser referiam exclusivamente às promoções e que o broche só era usado quando havia promoções, além de ficarem restritos aos ambientes das lojas. Para a Justiça, porém, as frases nos broches que os funcionários usavam "dão margens a comentários desrespeitosos por parte de clientes e terceiros", violando o "patrimônio imaterial do empregado".

Viviane já havia obtido uma sentença favorável em primeira instância, mas a empresa recorreu. A 6ª Turma do TRT/RJ manteve a condenação, mas reduziu o valor da indenização, fixado inicialmente no equivalente a doze meses da maior remuneração da empregada, que era de cerca de R$1.000,00.

A reportagem do GLOBO entrou em contato com a Casas Bahia e está aguardando a manifestação da empresa sobre a decisão judicial.

Exército permanecerá mais 8 meses no Complexo do Alemão


Rio de Janeiro, 24 out (EFE).- O Exército permanecerá mais oito meses, até junho de 2012, no complexo de favelas do Alemão e da Penha, localizadas na zona norte do Rio de Janeiro, informou nesta segunda-feira o ministro da Defesa, Celso Amorim.

O ministro afirmou que o Exército não tem como ficar "de forma permanente" nos 20 bairros que integram o Complexo do Alemão e as favelas de Penha, onde vivem cerca de 400 mil pessoas. Porém, não devem deixar o local sem que haja uma estrutura segura para os moradores.

"Quando dizem que o Exército não está preparado, eu digo que está. Não para ficar de forma permanente, mas pelo período necessário para oferecer um braço forte de segurança e de amizade", disse Amorim na cerimônia realizada em um quartel militar da região.

A chamada Força de Pacificação é composta por 1,6 mil militares e 200 policiais, que tinham a previsão de concluir suas operações até o final deste mês.

No entanto, o Governo estadual pediu a permanência da Força no local até que a Polícia tenha tempo de formar um novo contingente de 2 mil agentes, que será dedicado exclusivamente ao patrulhamento de favelas.

A substituição dos militares começará a ser realizada de forma gradual a partir de julho de 2012, quando a Polícia irá instaurar um modelo de patrulha permanente similar ao que foi aplicado em outras favelas cariocas.

O Complexo do Alemão e a favela de Vila Cruzeiro, também no bairro de Penha, eram considerados os principais redutos da maior facção de traficantes da cidade.

Após uma onda de atentados comandada por traficantes em novembro de 2010, os policiais e militares decidiram invadir o Complexo do Alemão. Apesar de usar tanques e carros blindados, a ação não deixou nenhuma vítima.

No entanto, as intervenções policiais que precederam a ocupação do Alemão deixaram 37 mortos em dezenas de favelas de toda a cidade.

Cinelândia é tomada por manifestantes inspirados no movimento Ocupe Wall Street


RIO - Um grupo de cerca de 150 manifestantes, com aproximadamente 30
barracas de acampamento ocupa, neste domingo, parte da Praça Floriano,
na Cinelândia, no Centro. Alguns estavam acampados desde
sábado no local.
O Protesto foi organizado através do site de relacionamentos Facebook,
e é inspirado em uma série de manifestações ocorridas em diversos
países do mundo no último dia 15 de outubro. Assim como o Ocupe
Wall Street realizado em Nova York, nos Estados Unidos, a ideia é
reunir as pessoas em praças de grandes cidades e ocupar o espaço.
Segundo uma jovem que estava acampada e se identificou com apelido de
Macai, o protesto, que está sendo chamado de Ocupa Rio, não tem uma
liderança, nem uma única reivindicação e pretende ficar na praça até
quando for possível.
- Somos um movimento colaborativo, qualquer pessoa pode chegar aqui,
pintar um cartaz e protestar contra algo que não concorda - disse a jovem.
Além de tinta e papelões a disposição para a criação dos cartazes,
sentados ao chão, os manifestantes organizaram uma roda, e um orador por
vez falava sobre um tema pelo qual estava protestando.
- Organizamos também grupos de trabalho que chamamos de GTs para ajudar
na manutenção das pessoas na praça, temos por exemplo o GT da
segurança, com voluntários que ficam de vigília durante a noite e o GT
da infraestrutura, responsável pela alimentação do pessoal e do
material para o protesto - explicou o manifestante que se identificou
apenas como Bernardo.
Afixados pela praça, os cartazes pintados pelos manifestantes
indicavam a diversidade dos alvos da manifestação. Alguns reclamavam
das milícias do Rio de Janeiro, outro apoiava a eutanásia, outros
criticavam o FMI e o capitalismo.
O arquiteto Marcelo de Oliveira, que passava pela Cinelândia diz que
achou o movimento interessante.
- Não estava sabendo que isso estava acontecendo, mas parece uma manifestação de gente jovem e acho que eles tem que fazer isso mesmo. Minha primeira impressão foi de uma espécie de nova versão do movimento hippie - comentou .
Do outro lado da praça, carros da Guarda Municipal acompanhavam à
distancia a movimentação. Segundo os manifestantes, por volta das
15h30, os guardas tentaram dissipar o protesto exigindo que as
barracas fossem retiradas, mas após a recusa pacífica do grupo, eles
recuaram sem enfrentamento violento.

Índios libertam reféns em aldeia no norte de Mato Grosso


Os sete funcionários da Fundação Nacional do Índio (Funai) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) que eram mantidos reféns por índios kaiabi, na aldeia Kururuzinho, no município de Alta Floresta, no norte de Mato Grosso, foram libertados neste domingo. Eles estavam impedidos de deixar o local desde a última terça-feira. Os índios da etnia kaiabi protestam contra a construção de uma usina hidrelétrica na região e pedem pressa na demarcação física da reserva indígena.

O anúncio da libertação foi feito neste domingo, em nota conjunta da Secretaria Geral da Presidência e do Ministério da Justiça. Representantes da secretaria, da Funai e da Polícia Federal, com apoio logístico das Forças Armadas, estiveram na aldeia neste fim de semana para negociar a saída dos funcionários. Segundo a nota, o desfecho foi pacífico e os funcionários estão bem.

O governo comprometeu-se a acelerar a demarcação da reserva. A nota informa que o Exército dará início ao levantamento topográfico da área e à demarcação física. Até o fim do mês, uma comissão de índios kaibi irá a Brasília reunir-se com representantes do governo federal.

Baleia de 20 toneladas que encalhou duas vezes no RN é novamente colocada no mar


Uma baleia com cerca de dez metros de comprimento e 20 toneladas tem sido a principal atração dos banhistas e pescadores na praia de Areia Branca (a 300 km de Natal) neste domingo (23). Depois de encalhar duas vezes, o mamífero conseguiu voltar ao mar no início desta noite.

A baleia apareceu na praia na última sexta-feira (21) e ficou encalhada na costa. Após mais de 30 horas de tentativas, biólogos e cerca de 200 voluntários conseguiram liberar a baleia que retornou ao mar.

Entretanto, por volta das 7h de hoje, pescadores encontraram novamente o mamífero encalhado na costa. A Polícia Ambiental esteve no local junto com uma equipe do projeto Cetáceos da Costa Branca, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), e homens do Corpo de Bombeiros.

Depois de várias tentativas, o grupo conseguiu salvar o animal. Ontem, foram pelo menos 12 tentativas de desencalhe que deram errado.

Para evitar a desidratação da pele do mamífero, os biólogos colocaram pomadas e lençóis. Nessas condições, o tempo médio de sobrevivência é de cinco dias.

Em outra ocasião, quando uma baleia semelhante à esta encalhou na praia, a operação de desencalhe não deu certo e o animal terminou morrendo.

Governo turco confirma pelo menos 138 mortos e 350 feridos no terremoto


Istambul, 23 out (EFE).- Pelo menos 138 pessoas morreram e outras 350 ficaram feridas no terremoto de 7,2 graus na escala Richter que atingiu neste domingo o leste da Turquia, segundo anunciou o primeiro-ministro do país, Recep Tayyip Erdogan.

Em mensagem realizada na cidade de Van, Erdogan informou que foram contabilizados 93 mortos e 350 feridos nesta cidade e outras 45 vítimas fatais em Ercis, mas destacou que ainda há muitas pessoas sob os escombros.

Em Ercis, pelo menos 55 edifícios ficaram totalmente destruídos, muitos deles blocos de apartamentos.

Erdogan pediu aos cidadãos que "não entrem nos edifícios que sofreram danos", devido ao perigo de réplicas do tremor, como a de 5,7 graus que foi registrada às 18h45 (de Brasília), dez horas depois do sismo principal.

Erdogan garantiu que os trabalhos de resgate continuarão durante toda a noite.

O primeiro-ministro informou que serão instaladas casas portáteis e tendas de campanha para acolher aqueles que perderam seus lares para protegê-los das baixas temperaturas.

"Não deixaremos nossos cidadãos sozinhos no frio do inverno", prometeu o primeiro-ministro.

Erdogan também agradeceu o apoio de diferentes países, como Azerbaijão, Bulgária e Irã, e de outros Estados que também se comprometeram a ajudar nos trabalhos de salvamento.

O epicentro do terremoto aconteceu a apenas cinco quilômetros de profundidade, o que fez com que seus efeitos na superfície equivalessem ao de um tremor de 8 ou 9 graus de magnitude, como informaram os analistas do Centro Sismográfico Kandilli da Universidade do Bósforo, em Istambul.

O professor Mustafa Erdik, diretor do Centro Kandilli, estimou que quatro mil prédios foram danificados, 600 deles de maneira irreversível, e que 50 construções desabaram completamente.

Além disso, calculou que entre 700 e mil pessoas podem ter morrido na tragédia.

Terremoto mata centenas de pessoas na Turquia


O terremoto que atingiu neste domingo a província de Van, no leste da Turquia, pode ter causado entre 500 e 1.000 mortes, indicou o Instituto de Sismologia de Kandilli.

"O tremor de 7,3 pode ter causado entre 500 e 1.000 mortes", afirmou o diretor do Instituto, Mustafa Gedik.

O forte terremoto provocou o desabamento de várias construções na província de Van, na fronteira com o Irã, informou, por sua vez, a agência de notícias Anatólia.

O Instituto de Geologia dos Estados Unidos (USGS) informou ainda que o epicentro ocorreu às 10h41 GMT, a 19 km no nordeste da cidade de Van.

Poucos minutos depois, ocorreu uma réplica de 5,6 de magnitude, localizada 19 km a nordeste de Van e a uma profundidade de 12 km, de acordo com o instituto americano, referência na matéria.

Antes, um canal de tv turco informou que o tremor foi magnitude 6,6. O instituto sismológico de Kandilli, em Istambul, afirmou, por sua parte, que a magnitude foi 6,6.

"Alguns edifícios sofreram danos, mas não recebemos informações de vítimas. O tremor causou muito pânico", afirmou o prefeito de Van, Bekir Kaya, ao canal NTV.

O dirigente informou ainda que a rede telefônica da cidade, que possui 380.000 habitantes, sofreu danos.

Um terremoto dessa intensidade costuma provocar muitos danos na Turquia, onde muitas casas são construídas sem respeitar as normas de segurança.

Estas leituras se baseiam na escala aberta de Magnitude de Momento, utilizada atualmente pelo serviço sismológico americano, que mede a área da falha de ruptura e a quantidade total de energia liberada pelo movimento telúrico.

Caminhão com 1,7 tonelada de maconha é apreendido em SP


Um caminhão com 1,7 tonelada de maconha foi apreendido na madrugada deste sábado em Olímpia (438 km de SP). De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, esta foi a maior apreensão de drogas na região.

A maconha foi localizada após uma ação conjunta entre as polícias Rodoviária Estadual e a Federal, ambas de São José do Rio Preto (438 km de SP). Ela estava dentro de um fundo falso de um caminhão boiadeiro. O veículo estava no pátio de um posto de gasolina às margens da rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), já na cidade de Olímpia.

Três homens foram presos: o motorista do caminhão e dois motoristas de veículos que eram usados como batedores da carga --foi após abordar um destes veículos que a Polícia Federal chegou à droga.

De acordo com a polícia, o veículo era equipado com um radiotransmissor camuflado. Após ser pressionado, o motorista confessou que fazia a escolta da carga, mas não revelou que estava à frente de um caminhão repleto de drogas. Após a polícia localizar a maconha, os três suspeitos foram presos em flagrante.

Segundo a polícia, a droga foi comprada em Campo Grande (MS) e seria transportada para Ribeirão Preto (313 km de SP).

Questões de ciências eram mais difíceis, diz estudante


Rio - Os primeiros candidatos a terminar as provas de hoje do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) começaram a sair às 15h05. O primeiro a deixar o prédio foi o estudante David Richard, de 16 anos, que pretende obter vaga em Engenharia Mecatrônica. Segundo ele, as perguntas de ciências estavam mais difíceis. "Mas só tive dificuldade em umas três ou quatro questões. Foi tranquilo", contou David, que, apesar de morar em um bairro distante do local da prova, em Inhaúma, chegou à Uerj às 11h30.

Cristiane Barros, de 32 anos, também foi uma das primeiras a acabar a prova. Ela contou que já tinha preenchido todas as questões três minutos antes do prazo mínimo para deixar a sala onde foi aplicado o exame - a partir das 15h. "No início, eu fiquei um pouco nervosa, mas depois eu comecei a ler as perguntas com calma e vi que a maioria já tinha sido dada pelo professor em sala de aula", disse ela, que tenta uma vaga em Psicologia e que também sentiu dificuldade nas provas de química e biologia.

A estudante Beatriz Junqueira, de 18 anos, que pensa em cursar Pedagogia, também apontou dificuldades nas provas de ciências, mas confessou não ter estudado muito essas disciplinas. "A prova de geografia estava mais fácil porque era mais de conhecimentos gerais. Lendo o jornal já dava para saber as respostas de algumas questões", disse Beatriz.

Primeiro dia do Enem foi trabalhoso, diz estudante da BA


Salvador e Manaus - Os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Colégio Central, no bairro de Nazaré, em Salvador, queixaram-se do primeiro dia "cansativo". Segundo a estudante Graziela Costa Castro, de 18 anos, postulante a uma vaga em Psicologia, a prova estava trabalhosa. "A maioria das questões não era difícil, mas dava muito trabalho, exigia atenção", relatou. "Um exame com 90 questões deveria dosar mais perguntas mais diretas com outras mais longas."

Rodrigo Paiva Junior, de 20 anos, contou que na sala dele os fiscais alertaram para a proibição de lápis e borracha e recolheram bolsas e mochilas na entrada, deixando o material em um canto. "Eles não deixaram um estudante usar as canetas que levou, porque não eram transparentes", conta. O jovem só conseguiu fazer a prova depois de conseguir outra caneta emprestada, segundo Rodrigo.

Mudança de endereço

Em Manaus, três locais de aplicação das provas de hoje do Enem tiveram de ser mudados, ontem, porque as escolas previstas para a aplicação estavam destelhadas, após um vendaval no dia 10 de outubro. Segundo o coordenador regional do exame, Edson Melo, os estudantes foram avisados da mudança por telefone ou e-mail. "Mesmo assim, tivemos fiscais nos endereços antigos, orientando os alunos das trocas de endereços, que foram para escolas próximas das originais. Por fim, tivemos alguns atrasados que perderam a prova, mas não por conta da mudança de endereço e sim pelo trânsito", afirmou.

Ainda de acordo com Melo, no Amazonas não houve registro de problemas em provas ou atrasos pelo início do exame seguir o horário brasileiro de verão, com duas horas de diferença em relação ao horário do Estado. "Foi amplamente divulgado que os alunos deveriam estar às 10 horas para a prova, pelo menos uma hora antes."

O aluno do terceiro ano Gabriel Guimarães, de 17 anos, chegou cedo à escola no bairro da Compensa, onde prestaria o exame pela segunda vez. "Fiz no ano passado como teste e estava bastante nervoso. Já nesse ano estou bem tranquilo até porque o que mais me estressou foi o trânsito e a possibilidade de chegar atrasado, o que esse ano me fez chegar uma hora mais cedo", contou. Gabriel quer cursar Engenharia Civil.

PF desarticula fraude contra a Previdência no RS


Porto Alegre - Os altos índices de pedidos de auxílio-doença por depressão não mostravam um problema crônico de Passo Fundo (RS), mas eram gerados por uma fraude. A descoberta foi revelada pela Polícia Federal (PF) hoje, ao final da Operação Van Gogh, que prendeu um médico psiquiatra de 38 anos e um agente previdenciário de 53 anos, cumpriu mandados de afastamento de três servidores e um vigilante da Previdência e dez mandados de busca e apreensão de documentos e material. Os acusados poderão responder a processo por estelionato e formação de quadrilha.

O esquema era investigado desde 2007, com base nos volumes de solicitação de auxílio para casos de depressão. Os policiais constataram que os pedidos vinculados a essa doença chegavam a 40% do total, quando a média nacional é de 10%. Também verificaram que cerca de 400 atestados apresentados por trabalhadores de uma mesma empresa eram assinados pelos mesmos médicos.

O delegado Celso Santos explicou que um despachante comandava o esquema, adquirindo atestados e aliciando servidores da Previdência Social para agendar as perícias com determinados médicos participantes do esquema. A fraude teria causado prejuízos de R$ 4 milhões aos cofres públicos. A Previdência vai revisar os benefícios concedidos nos últimos anos para responsabilizar quem obteve benefícios irregulares.

Kassab veta meia-entrada para professores em SP

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) vetou projeto aprovado pela Câmara que criava a meia-entrada para os 72 mil professores ativos e aposentados da rede municipal de ensino. Kassab é o terceiro prefeito que rejeita a proposta - Marta, em 2003, e Serra, em 2005, fizeram o mesmo.

A proposta estabelecia o desconto em espetáculos, cinemas, e exposições. Os professores estaduais já contam com o benefício desde 2001, quando a Assembleia derrubou veto do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

No veto, Kassab afirma que o custo adicional da meia-entrada acabará sendo repassado ao preço final dos ingressos. Presidente do Sindicato Municipal dos Professores, o vereador Cláudio Fonseca (PPS) diz que vai articular uma reação no Legislativo. "Agora temos de derrubar o veto".

Corpo de menino brasileiro desaparecido em 2009 nos EUA é encontrado


O corpo de um menino brasileiro de 7 anos que estava desaparecido havia quase dois anos com seus pais nos Estados Unidos foi encontrado na terça-feira no rio Missouri, no Estado de Nebraska.

Os restos de Christopher Szczepanik foram encontrados após o depoimento de um dos três brasileiros que foram indiciados pelo assassinato do menino e de seus pais, Vanderlei e Jacqueline Szczepanik.

O desaparecimento da família, em dezembro de 2009, era um grande mistério. Eles moravam havia quatro anos na cidade de Omaha, onde Vanderlei trabalhava como carpinteiro para uma igreja evangélica, quando sumiram sem deixar pistas.

O alarme foi dado poucos dias depois por parentes e amigos no Brasil, preocupados com a falta de notícias da família.

Segundo a mídia local, testes de DNA confirmaram que o corpo encontrado enrolado em um lençol, no leito do rio Missouri, era mesmo de Christopher. Os corpos dos pais, que também teriam sido assassinados, continuam desaparecidos.

Cartões de crédito
Os três brasileiros acusados pelo crime trabalhavam para Vanderlei na reforma de uma escola ligada à igreja à qual eram filiados.

A desconfiança sobre os três foi gerada após cartões de crédito da família terem sido usados depois do desaparecimento.

Um dos acusados, Valdeir Gonçalves Santos, fez um acordo com a promotoria para testemunhar contra os dois acusados, José Oliveira Coutinho e Elias Lourenço Batista em troca de uma possível redução na pena.

Ele teria contado que os três mataram Vanderlei Szczepanik a pauladas e depois enforcaram a mãe e o menino, antes de jogar os corpos no rio.

Os investigadores esperam agora também encontrar os corpos dos pais próximo ao local onde foi encontrado o de Christopher.

Jovem que atropelou três em SP paga a fiança de R$ 54,5 mil


Após ficar três dias na prisão, Nacib Mohamed Orra, 20 pagou a fiança de R$ 54,5 mil estipulada pela Justiça. Ele foi preso após atropelar três pessoas na avenida Juscelino Kubitschek (zona oeste de São Paulo), no último domingo (16).

Segundo o TJ-SP, o pedido de soltura já foi expedido e encaminhado à Penitenciária 2 de Tremembé (147 km de São Paulo)-- onde ele está preso.

A fiança foi estabelecida ontem pela juíza Cláudia Ribeiro, do Dipo (Departamento de Inquéritos Policiais).

O acidente aconteceu por volta das 5h30 de domingo próximo à rua João Cachoeira. As vítimas --Ricardo Oliveira Miranda, 25, Meire Miranda, 27, e Felipe Guedes Fatore, 24-- tinham acabado de deixar a casa noturna onde trabalham e estavam em um ponto de ônibus quando foram atingidas.

Segundo a polícia, Orra não tinha carteira de habilitação, apresentava sinais de embriaguez e dirigia acima da velocidade permitida. O jovem recusou fazer o teste do bafômetro.

Ainda de acordo com a polícia, ele disse informalmente que tomou três doses de uísque e perdeu o controle do carro após acelerar para alcançar um amigo. No entanto, Fábio Eduardo Saldanha de Miranda --um dos advogados de Orra-- negou que seu cliente tenha bebido antes de dirigir.

Faxineiro chega a professor de faculdade em 4 anos


Vassouras e baldes deram lugar a livros acadêmicos e provas na trajetória profissional de Ednei Francisco Monteiro, 36.

Após atuar como analista de vendas em uma empresa de alimento para animais, Monteiro ficou desempregado em 2002. Na busca por nova colocação, aceitou proposta para ser auxiliar de limpeza e manutenção da Universidade Metodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo (ABC Paulista). Hoje, é professor de faculdade.

A oportunidade na área de limpeza, conta, não foi motivo de constrangimento. "Precisava de dinheiro e aceitei a primeira proposta que chegou a mim", destaca ele, que aproveitou a bolsa de estudos integral para graduação oferecida pelo empregador para formar-se em administração.

O trabalho como faxineiro, contudo, durou pouco, recorda Monteiro. Um ano depois, foi chamado para atuar como auxiliar no departamento de comunicação visual da universidade. "Descobriram que tinha experiência na área de vendas e fazia faculdade, e decidiram investir em mim", pontua ele.

Empolgado com a possibilidade de crescer profissionalmente, em 2006 aceitou convite para tornar-se professor tutor voluntário da graduação a distância em marketing, concomitantemente ao trabalho fixo como auxiliar de comunicação.

PÓS-GRADUAÇÃO

A experiência, avalia, foi crucial para que ele optasse pelo curso de pós-graduação em marketing em 2008 -- também por meio de bolsa integral. "As oportunidades chegaram de forma rápida e eu tentei agarrá-las no tempo certo."

No mesmo ano, deixou de ser voluntário e foi contratado remuneradamente como professor tutor de ensino superior, deixando o emprego anterior como auxiliar.

"Com as mudanças, consegui estabilizar minha vida financeira e comprar um apartamento", conta ele, que recentemente foi promovido a professor nível 1 e afirma ganhar 10 vezes mais do que quando era faxineiro.

Futuramente, adianta, pretende cursar mestrado em administração para ser promovido novamente e poder dar aulas presenciais em cursos de graduação.

De camelô a empresário milionário: David transformou R$12 em R$120 mil


Transformar R$12 em R$120 mil. Foi assim que o vendedor de balas no Rio de Janeiro, David Portes, 54, passou de camelô a um empresário milionário. Criatividade, ambição e ousadia são as dicas que David dá para fazer sucesso. Não tem receita pronta, garante, mas é preciso ter muita persistência e trabalho duro se reinventando a cada dia.

Nascido em Campos, no Norte fluminense, David estudou só até a 7ª série. A escola era longe e a família toda trabalhava na roça numa fazenda de cana de açúcar. Há 25 anos, David, recém-casado, resolveu dar uma reviravolta na sua vida. Como ele próprio define: “Vim morar na cidade do Rio em busca de um sonho. Meu sonho era a felicidade, ter uma família, uma casa e dignidade”.

Vivendo num barraco na favela da Rocinha, David trabalhou por pouco tempo na Polygram, a fábrica de discos de vinis. Após a falência da empresa, David viu-se desempregado e despejado de seu barraco com sua esposa grávida. Era uma noite fria de julho de 1986 quando o casal parou na esquina das avenidas Presidente Wilson e Presidente Antônio Carlos, em pleno coração central do Rio.

A mudança na história de David começa quando sua esposa aos sete meses de gravidez precisou ser medicada. O remédio custava na época alguns cruzados, o que hoje seria o equivalente a R$12. Sem ter dinheiro para comprar o medicamento, um porteiro de um edifício comercial no centro se sensibilizou e fez o empréstimo.

O pulo do gato ocorreu quando, “ao invés de comprar remédio fui comprar doces na Central do Brasil para vendê-los depois”. Com os R$12, comprou meia dúzia de paçocas e mariolas e rapidinho dobrou o dinheiro. “Comprei o remédio e voltei para o depósito para comprar mais doces e, assim, fui dobrando o dinheiro e com mais variedades. Quanto mais produto eu tinha, mais a venda aumentava”.

De Street marketing à delivery

Após um ano na nova atividade, David descobriu que precisa investir no marketing de rua, o “street marketing”, definiu. “Naquela época só os shoppings faziam marketing promocional. Com as bancas de bala concorrentes, vi a necessidade de fazer algo diferente, fugir inteiramente do igual”.

Resolveu, então, fazer uma coisa criativa: o tele entrega. “Fui eu quem introduziu o ‘delivery’. Há 24 anos eu já fazia delivery e recebia os pedidos em três orelhões. Criei o ‘call center’ anexo à Banca do David. Fazia promoções... ‘quanto mais ligar, mais chance você tem de ganhar’, ressaltou.


Banca do David virtual

Localizada no mesmo ponto aonde o casal se abrigou há 25 anos, numa das esquinas mais movimentadas do centro do Rio, a Banca do David hoje faz sucesso. Com tapete vermelho no chão, coleta seletiva, 360 itens entre doces, biscoitos, chocolates e ainda uma linha de produtos diets e lights, o faturamente diário é entre R$1.000 e R$1.500. Já tendo transformado a banquinha num point e com a vida cheia, David depende da ajuda de mais três funcionários na banca, o Paulão, o Mário e o Carlos, dois deles seus irmãos.

No início da década de 90, o camelô inventou o serviço de ‘drive thru’, o motorista para o carro e pega os doces sem sair do volante. E para quem não acredita, o camelô passou a ficar antenado com a modernidade. Com o início da internet, a Banca do David foi para o mundo virtual, o camelô passou a receber pedidos também pela internet e, assim, criou o ‘e-commerce’, o comércio eletrônico de doces.

Com a ajuda de um amigo que trabalhava num prédio comercial, ele criou um e-mail. “A gente mandava o catálogo com todos os produtos e as pessoas pediam. Eu não tinha acesso ao e-mail, mas meu amigo tinha. Eu recebia os pedidos pela internet via cordinha. Ele amarrava o pedido numa cordinha e descia pela janela do edifício”.

Ainda hoje é possível fazer pedidos pela internet através da loja virtual, mas só para longas distâncias, se não o jeito mais prático mesmo é o tele entrega. No auge da inserção no mundo eletrônico, David já teve até laptop na banca com ponto de internet wi-fi, mas aboliu a ideia depois ter sido roubado.

Driblar a concorrência

Para driblar a concorrência, David realiza todo mês promoções. Fez uma pesquisa com as suas ‘davidzetes’(assim como as chacretes), David contrata duas modelos para saber a preferência dos consumidores.

“A gente faz tudo diferente para chamar atenção. O marketing é isso, você só é notado quando é visto. Percebi que as vendas caíram e a pesquisa indicou que comer doces dá cárie, então fiz uma parceria com um consultório dentário para fazer limpeza. As pessoas se cadastravam e ganhavam uma limpeza com flúor e tártaro: ‘a banca do David manda limpar’, esse era o slogan”.

Os slogans são os mais criativos. David chegou a fazer parcerias com companhias aéreas para sortear passagens de avião para Miami, em 1998, e o slogan era: “tenha uma doçura viagem, coma mais doce e voe United”. Já fez também promoção para um fim de semana na Região Serrana: “David não é Maomé, mas leva você até a montanha”.

Palestrante milionário

O sucesso foi tão grande que há 10 anos David foi descoberto por José Carlos Teixeira, presidente do Instituto de Marketing Industrial (IMI), com sede em São Paulo, que o convidou para dar uma palestra no Hotel Sheraton para 180 empresários na capital paulista.

Hoje, David é convidado para dar palestras e seminários em todo o Brasil e no exterior. Mesmo sem ter diploma de nível superior ou até mesmo sem terminar o ensino médio, David é convidado para falar a profissionais de vendas e executivos de grandes empresas como Petrobras, Shell, companhias de telefonia, além de Samsung, Motorola e redes de supermercado.

“Já tem 10 anos que comecei a fazer palestras, foram 978 palestras. E a palestra vai mudando, a gente vai botando novos conteúdos. A história não muda, mas a gente coloca alguns temperos”, conta David que já viajou para os Estados Unidos, China e Europa. No Brasil já foi a muitas as cidades, do Acre até o Rio Grande do Sul.

Ele cobra R$12 mil para dar palestras de cerca de uma hora e meia de duração, já no exterior o preço varia entre 8 a 10 mil dólares. “Não falo nada de inglês, só português. O que encanta os executivos é a simplicidade, o que grandes pensadores de marketing estudam, eu digo por intuição”, admite.

Consultor de marketing

O camelô agora consultor de marketing requisitado já tem até um livro publicado, no final de 2008, que está na sua quarta tendo vendido 30 mil exemplares: “David, Uma Lição de Vidae deMarketing” (Ed Futura).

E qual é a chave do sucesso? A atitude, garante. “Ter uma ideia e botá-la em prática. Eu digo sempre, nunca tenha medo de cometer erros, pois o pior erro é o medo não tentar. A vida só é dura para quem é mole. Tem que ser muito proativo. Atitude é tudo. Tem que ter perseverança, lutar pelo sonho e correr na frente. Quem corre na frente bebe água limpa, quem fica atrás só pega água suja. A concorrência é boa, dá inspiração. A dica é reinventar”, defendeu o camelô milionário.

Hoje ele mora com a esposa, Maria de Fátima Monsores Portes, 49, no bairro Flamengo, na zona sul do Rio. Ela também ajuda nos negócios do marido. O filho de 25 anos, Thiago Monsores Portes, formou-se em Publicidade e hoje dirige junto com o pai a agência DMarketing que atende cinco contas de marketing e publicidade e emprega 30 jovens profissionais da área.

“Todo mundo aqui é acadêmico, eu só dou uns pitacos. Agora estou querendo voltar a estudar, terminar o segundo grau e estudar marketing. Já estive em várias universidades dando palestras. Uma vez por mês eu separo uma data para falar para os alunos”, disse.

Traficante fominha pede batata frita para se entregar à polícia


Uma música do grupo de rap Realidade Cruel dizia que o crime não é creme. Pode até não ser, mas para um traficante do Reino Unido, ele é crocante e acompanha cerveja.

Foi assim a ocorrência, via "Telegraph":  Leigh Grant, 34, fugiu da prisão do condado de Staffordshire. Perseguido pela polícia, ele escalou uma torre de transmissão de energia elétrica. Os agentes da lei resolveram então negociar a descida e rendição dele.

E aí a história fica saborosa. Com a polícia a seus pés, e te propondo um acordo, o que você faz? (Detalhe que pode influenciar na decisão: o traficante, sabe-se lá como, tinha uma lata de cerveja em uma das mãos). A escolha é óbvia: pede fritas, claro!

Os policiais concordaram, e voltaram algum tempo depois com uma batatinha de US$ 2,28 (ou R$ 3,96, na moeda tupiniquim). Comida a batata e tomada a cerveja, Leigh pediu aos policiais que se afastassem do chão, desceu da torre e... fugiu!

O traficante foi preso alguns dias depois, mas muito provavelmente, alguns policiais estão "fritos" por causa do episódio.

País deve economizar pelo menos R$ 75 mi com horário de verão


A partir deste domingo, os moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, da Bahia e do Distrito Federal devem adiantar os relógios em uma hora em relação ao horário oficial de Brasília para se adaptar ao horário de verão.

A previsão do governo federal é reduzir entre 4,5% e 5% a demanda por energia no período de pico do consumo, entre as 18h e as 21h, durante o horário de verão, que começou hoje e termina em 26 de fevereiro de 2012. O ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) prevê uma economia entre R$ 75 milhões e R$ 100 milhões para o país durante o período.

O horário de verão é adotado sempre nesta época do ano para aproveitar melhor a luminosidade natural do dia e reduzir o consumo de energia, que cresce naturalmente por causa do calor e do aumento da produção industrial às vésperas do Natal.

Com o horário de verão, é possível reduzir a demanda por energia no período de suprimento mais crítico do dia, entre as 18h e as 21h, quando a coincidência da utilização de energia elétrica por toda a população provoca um pico de consumo.

Com os relógios adiantados em uma hora, é possível aproveitar melhor a luz natural, o que resulta em uma redução média de 4% a 5% na demanda nesse horário e poupa o país de sofrer as consequências da sobrecarga na rede durante a estação mais quente do ano, quando também aumenta o uso de eletricidade para refrigeração, ar condicionado e ventilação.

A redução total de consumo deve ficar em torno de 0,5%, de acordo com o Ministério de Minas e Energia. A redução entre 4,5% e 5% da demanda por energia no horário de pico, estimada pelo governo para este horário de verão, é semelhante à que foi registrado no ano passado (4,4%)

De acordo com o secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grüdtner, a adoção do horário de verão resulta em ganhos para a sociedade, pois evita investimentos na expansão do sistema de energia para atender à demanda no horário de pico. "Se não são feitos investimentos, o consumidor não tem aumento de tarifa". Outro benefício é a segurança do sistema, que passa a operar mais aliviado.

O horário de verão vai terminar uma semana mais tarde no ano que vem, porque a data prevista para o fim do novo horário, que seria no terceiro domingo de fevereiro, vai coincidir com o feriado de carnaval. De acordo com o decreto que instituiu o horário de verão, quando há coincidência entre o dia previsto para o término da hora de verão e o domingo de carnaval, o encerramento deve ser no domingo seguinte, que cairá no dia 26 de fevereiro. O objetivo é evitar que, em meio a um feriado, a população acabe se esquecendo de ajustar os relógios.

Este ano, o horário de verão também será adotado na Bahia, a pedido do governador do Estado, Jaques Wagner. Além da Bahia, o novo horário valerá para os estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro, Espírito Santo, de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932 pelo então presidente Getúlio Vargas, e foi implantado até 1967, mas de forma esporádica. A medida foi suspensa por 18 anos e voltou a vigorar no verão de 1985/86, como parte do racionamento ocorrido na época por falta de água nos reservatórios das hidrelétricas. Desde então, o horário de verão passou a ocorrer todos os anos e, atualmente, vários países fazem mudança no horário convencional para aproveitar melhor a luminosidade do verão.

Doença misteriosa faz vietnamita envelhecer 50 anos em pouco tempo


Nguyen Thi Phuong tem apenas 26 anos, mas poderia ter facilmente mais de 70. De acordo com a vietnamita, o raro fenômeno que a fez envelhecer 50 anos em questão de dias, em 2008, aconteceu após uma reação alérgica a frutos do mar. Segundo ela, que mora em Giong Trom, na província de Ben Tre, os medicamentos usados para aliviar os sintomas da alergia provocaram inchaço no rosto e urticárias.

A história ganhou destaque na imprensa local e a jovem começou a ser tratada por especialistas da cidade de Ho Chi Minh, que ainda não descobriram as causas para o envelhecimento precoce dela.

Uma das hipóteses é a de que Phuong tenha uma rara doença, a lipodistrofia, que provoca uma anormal distribuição de gordura corporal e faz a pele enrugar, dando a impressão de envelhecimento. Somente duas mil pessoas têm essa doença no mundo.

"Todo o meu corpo coçava. Eu precisava me coçar inclusive à noite, enquanto dormia", contou a jovem, de acordo com o jornal britânico Telegraph.uk. Ela e o marido, de 28 anos, decidiram contar a história na TV na esperança de ganharem algum dinheiro para pagar as consultas médicas. Phuong mostrou algumas fotos de seu casamento, em 2006 e lamentou a transformação na aparência. "Há cinco anos eu era bonita e não tão feia como hoje", disse.

Band pode perder "CQC" inteiro


Além de perder Rafinha Bastos, a Band pode ficar sem o "CQC" inteiro. A confusão envolvendo o humorista, que pediu demissão da emissora, interferiu na boa sintonia entre o canal e a argentina Cuatro Cabezas, dona do formato do "CQC".

Apesar de ter acatado a determinação da Band de suspender Rafinha Bastos após uma piada sobre a cantora Wanessa Camargo, a Cuatro Cabezas não teria gostado da postura da emissora. Afinal, o "CQC" é um dos principais programas do canal, e é famoso justamente por conta da liberdade de expressão de seus polêmicos integrantes, marca registrada do formato em suas versões pelo mundo.

Com a confusão envolvendo Rafinha, a permanência do "CQC" também está ameaçada. A Band tem contrato com Cuatro Cabezas para a exibição do programa até dezembro deste ano. Portanto,  o acordo já está na reta final. Tanto Record como SBT estão de olho na atração e no portfólio da Cuatro Cabezas. Com o descontentamento dos argentinos, a renovação com a Band fica mais distante. A direção da Band está preocupada com isso.

Outro problema é que o contrato da maioria dos integrantes, incluindo o de Rafinha Bastos, também termina em dezembro. O blog apurou que o salário de um CQC gira em torno de R$ 40 mil e com o acordo com a Band chegando ao fim, a multa contratual deles é baixa.

Da parte de Rafinha, o casamento com a Band está encerrado e não tem volta. Mesmo assim, o mais alto escalão da emissora ainda tentava na tarde de terça-feira (11) reverter a situação. Há gente poderosa na Band querendo que ele fique, como prova da relação de confiança da emissora com a Cuatro Cabezas.
Dá para imaginar o tamanho do estrago que uma piada pode causar?

Após crise, PM do Rio anuncia novos comandantes de batalhões

Após a crise gerada pelo suposto envolvimento do tenente-coronel Claudio Oliveira na morte da juíza Patrícia Acioli, a PM do Rio anunciou nesta quarta-feira a troca de comandantes de batalhões da corporação.

Oliveira chefiava o batalhão da Maré quando foi afastado, mas ocupava o posto mais alto do de São Gonçalo na ocasião da morte da juíza. Oliveira e mais dois PMs estão presos.

Foram criados novos critérios para a ocupação do cargo pelo novo comandante-geral da PM, coronel Erir Costa Filho, que sucedeu o coronel Mário Sérgio Duarte --que pediu exoneração depois de assumir a responsabilidade da escolha do tenente-coronel Cláudio Oliveira, suspeito de ser o mandante da morte de Acioli.

Segundo nota da PM, as "indicações foram feitas pelos Comandos de Policiamento de Área (CPA), a quem as unidades estão diretamente subordinadas."

"O processo de nomeação foi precedido de uma avaliação da ficha disciplinar e judiciária dos oficiais escolhidos, a fim de garantir que os comandantes comissionados estejam dentro do perfil definido pelo comando da corporação para liderar a tropa", diz a PM, na nota.

Entre as mudanças, está a permanência dos comandantes nos batalhões por um prazo mínimo de um ano. "A ideia é permitir que o oficial conheça melhor a área de atuação da unidade, suas peculiaridades e problemas, além de se aproximar mais da tropa e da comunidade. Caso sejam bem avaliados, os comandantes poderão ter suas nomeações prolongadas por mais um ano", afirma a PM.

Segundo a PM, o processo de troca no comando dos batalhões continua e, até o final da semana, novos nomes devem anunciados.

Abaixo, a lista dos novos comandantes:

2º BPM tenente-coronel PM Reynaldo Salvador Lemos
3º BPM tenente-coronel PM Ivanir Linhares Fernandes Filho
4º BPM tenente-coronel PM Ronal Langres Freitas de Santana
6º BPM tenente-coronel PM Márcio Oliveira Rocha
12º BPM coronel PM Wolney Dias Ferreira
15º BPM tenente-coronel PM Claudio de Lucas Lima
16º BPM tenente-coronel PM Marcos Vinícius da Silva Mello
17º BPM tenente-coronel PM Ezequiel Oliveira de Mendonça
20º BPM tenente-coronel PM Marcos Borges Silva
21º BPM tenente-coronel PM Marcelo Pereira Rocha
22º BPM tenente-coronel PM Rogério Martins da Silva
23º BPM coronel PM Álvaro Sérgio Alves de Moura
25º BPM coronel PM Gilmar Barros dos Reis
34º BPM tenente-coronel PM Ricardo Bakr de Souza Faria
35º BPM tenente-coronel PM Wagner Guerci Nunes
39º BPM tenente-coronel PM Célia Gonçalves Rodrigues
BPRv tenente-coronel PM Oderlei dos Santos Alves de Souza
BPFMA tenente-coronel PM André Luíz Araujo Vidal
RCECS tenente-coronel PM Cláudia de Mello Lovain M. Cardozo
BPTur tenente-coronel PM Joseli Cândido da Silva

Acidente com ônibus de Milionário e José Rico mata um

Um homem morreu depois de se chocar com o ônibus da equipe da dupla Milionário e José Rico na noite deste sábado (8) na região de Ijuí, no Rio Grande do Sul. Cícero Pereira dos Santos, de 29 anos, que dirigia um Del Rey, invadiu a pista oposta e bateu no outro veículo, que levava 29 pessoas, incluindo a dupla sertaneja, na altura do quilômetro 451 da BR 285. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Ninguém que viajava no ônibus ficou ferido. A causa do acidente ainda está sendo investigada.

Rio investirá R$ 3 bilhões em segurança de grandes eventos até 2016, diz secretário


Os investimentos para garantir a segurança nos grandes eventos que ocorreram no Rio de Janeiro nos próximos cinco anos --incluindo Rio+20, Copa do Mundo e Olimpíadas-- vão demandar cerca de R$ 3 bilhões. A estimativa foi feita hoje (10) pelo secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, durante encontro sobre os investimentos em segurança nos grandes eventos, realizado pela Associação Comercial do Rio de Janeiro.

“São R$ 3 bilhões até 2016. Nisso está toda a estrutura que se precisa visando grandes eventos. É uma conta macro que envolve todos os tipos de investimentos, inclusive alguma coisa visando à UPP [Unidade de Polícia Pacificadora] nesse pacote”, disse.

Beltrame declarou ainda que a fonte dos recursos não está definida, mas que deverá ser dividida entre as diferentes níveis de poder. O secretário também abordou as ações que estão sendo tomadas para coibir desvios de conduta e casos de corrupção entre os policiais.

Segundo ele, a solução passa pela antecipação das corregedorias das polícias Civil e Militar na investigação dos fatos. “O que eu quero é que as corregedorias passem a investigar no sentido de antecipar fatos. Que não ajam só depois dos incidentes.”

Entre os principais alvos estão os soldados lotados nas UPPs onde o tráfico de drogas ainda prossegue, com potencial de corrupção facilitado por meio do dinheiro do crime e da proximidade entre policiais e criminosos.

“Não há garantia [de que não haverá contágio]. O que você tem de fazer é desenvolver mecanismos de supervisão e de Polícia Judiciária Militar para acompanhar o desvio de conduta, não sendo reativo e sim proativo.”

Cão com paralisia mobiliza voluntários no interior de SP e ganha cadeira de rodas


Um cão da raça border collie semiparalítico, abandonado pelos donos, ganhou a simpatia e a solidariedade de voluntários da causa animal em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo).

Há um ano, o animal foi achado amarrado em um poste, sem conseguir ficar em pé e com a coluna torta. O cãozinho sofre de uma doença congênita, segundo a veterinária Taíse Filipin, 25, mas o estado de saúde dele melhorou com sessões de fisioterapia e acupuntura. Hoje ele se levanta sozinho.

O animal ganhou o nome de Happy (feliz em inglês) por se manter sempre de bom astral, apesar da doença. Com a ajuda de uma madrinha voluntária, que pegou afeição por ele, ganhou uma cadeira de rodas que agora ele traciona com as patas dianteiras.

Durante a semana, Happy fica em um pet shop na zona sul, região nobre de Ribeirão. Em alguns finais de semana, Happy passa na casa da madrinha dele. Happy é um dos 17 cães com problemas de saúde cuidados pela ONG CãoPaixão. São cuidados caros porque os 17 cães protegidos têm necessidades especiais. Os recursos são arrecadados com a venda de camisetas e eventos, segundo Natália Camargo, 29, uma das diretoras da entidade.

A CãoPaixão realiza feiras constantemente para oferecer bichos à adoção.

Lojista do Center Norte oferece champanhe para cliente voltar


Lojistas do shopping Center Norte recorreram ontem a brindes, telemarketing, divulgação de coquetéis e até a taças de champanhe para atrair novamente os clientes.

O shopping, interditado nesta semana pela prefeitura por risco potencial de explosão, reabriu ontem após ficar dois dias fechado.
"Para nós é como se fosse uma reinauguração", afirma Mila Chacon, 34, gerente de uma loja de roupa feminina.
Além do champanhe, ela encomendou bolo, tortas, salgadinhos e flores para decorar a loja. Também investiu em telemarketing. "É uma forma de dizer:
venham, nós precisamos de vocês", diz.
Pouco à frente, em uma loja de cosméticos, vendedoras refaziam a lista de pedidos por mercadorias e convidavam clientes para um coquetel na próxima semana.
"Precisamos chamá-los de volta, senão migram para outras lojas", disse a vendedora Vera Lúcia Milliet, 48.
Mas nem todos tiveram tempo de organizar tudo. Por volta do meio-dia, vitrines de algumas lojas ainda estavam quase vazias.

MARKETING

Lojistas criticaram a falta divulgação da reabertura.

A cliente Sueli Molterani, 58, soube da reabertura pelos jornais. Foi ao shopping, mas fez ressalvas: "A gente fica com receio, dá um pouco de medo."

A direção do Center Norte disse que estuda estratégias de marketing para retomar os clientes. O shopping afirma ainda que aluguel e condomínio referentes aos dois dias em que ficou fechado não serão cobrados dos lojistas.

O shopping foi construído sobre um lixão aterrado. Segundo a Cetesb (órgão ambiental paulista), havia acúmulo de gás metano, que é inflamável, no subsolo.

Nos dois dias em que ficou fechado, o shopping inaugurou o sistema de drenos para bombear o gás. Anteontem, a Cetesb afastou riscos e a prefeitura liberou o local.

Dilma quer travar proposta de meia-entrada no Estatuto


A presidente Dilma Rousseff decidiu orientar os líderes dos partidos aliados no Senado a travar a proposta que concede meia-entrada para os 53 milhões de brasileiros com idade entre 15 e 29 anos, prevista no Estatuto da Juventude - o projeto foi aprovado pela Câmara dos Deputados na última quarta-feira. Assim, o governo espera evitar novos problemas com a Fifa durante a realização da Copa do Mundo de 2014.

De acordo com dados da Fifa entregues ao governo, a meia-entrada poderá representar um prejuízo de R$ 180 milhões (US$ 100 milhões) na venda de ingressos para o Mundial. No Palácio do Planalto, as informações de bastidores são de que a presidente Dilma ficou muito irritada com a aprovação do Estatuto da Juventude com a previsão da meia-entrada. O mesmo projeto dá direito às pessoas de até 29 anos de pagar metade da passagem de ônibus e de barco nas viagens entre as cidades e os Estados.

O projeto que estabeleceu a meia-entrada para as pessoas de até 29 anos foi aprovado depois de uma falha da articulação política do governo na votação do Estatuto da Juventude pelos deputados - o projeto estava nas gavetas da Câmara havia sete anos. O líder do governo, Cândido Vacarezza (PT-SP), admitiu que errou ao não vincular o direito à meia-entrada às leis estaduais e municipais. Ele pediu que o Senado faça os ajustes.

Como a presidente estava na Europa e só retorna no fim de semana, o assunto deverá ser discutido logo na primeira reunião da coordenação política na segunda-feira. A meia-entrada durante a Copa, já prevista no Estatuto do Idoso, está causando o maior desconforto entre o governo brasileiro e a Fifa, tanto que Dilma teve reunião na última segunda com o secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, em Bruxelas, na Bélgica, para tratar desse e outros temas relativos à organização do Mundial.

Franca - SP - Pressão faz Câmara continuar com 15 vagas


Desta vez, quem pilotou o rolo compressor foi o povo. Se na semana passada os vereadores aproveitaram o plenário vazio para aprovar os salários, ontem a pressão fez os políticos recuarem. Cerca de 300 manifestantes munidos de faixas, cartazes, bandeiras, apitos e nariz de palhaço lotaram a Câmara e literalmente conduziram os votos. Acuados, os parlamentares votaram contra e ficaram sem o aumento de vagas e as férias de julho. Pela primeira vez na história do Legislativo francano, a votação ocorreu de forma tão sincronizada. Oposição e situação se uniram e seguiram o que a plateia queria. Ninguém ousou votar de forma diferente. “Se algum vereador falar que não foi por causa da pressão, ele está equivocado. Realmente, a população fez a diferença. Se este manifesto tivesse ocorrido na última sessão, o aumento de salário jamais teria passado”, reconheceu o presidente Marco Garcia (PPS).

Por volta das 13 horas, um grupo de estudantes já se concentrava diante da Faculdade de Direito. Seguiram a pé até a sede da Câmara. Lá, se juntaram a dezenas de professores que foram reivindicar a aprovação de benefícios para a categoria. As 264 cadeiras foram todas ocupadas. Dezenas de pessoas ficaram de pé. Quando os vereadores entraram no plenário, foram vaiados. Jépy Pereira (PSDB), que tripudiou sobre o pequeno número de manifestantes que foram à Câmara na sessão passada, foi o alvo preferido ontem. “Jépy Pereira, pode sorri, a turma do Facebook está aqui”, gritava o grupo. O vereador permaneceu calado o tempo todo.

O barulho era intenso. Não teve como a sessão ser aberta. Agentes da Guarda Civil e policiais da Força Tática, grupo da PM treinado para atuar em ocorrências de risco que demandam enfrentamento, foram chamados para garantir a segurança. Ficaram no plenário até o fim da votação dos polêmicos projetos. Não houve confronto.

A reunião começou com 40 minutos de atraso e o vereador Silas Cuba (PT) foi à tribuna falar sobre a votação. Os manifestantes se viraram de costas. Gritavam com a ajuda do megafone e apitavam. A PM entrou em ação e pediu que não atrapalhassem as discussões.

O primeiro artigo de reforma à Lei Orgânica a ser votado foi o que elevava de 15 para 23 o número de vagas na Câmara. Mesmo tendo realizado três sessões extraordinárias durante a semana para debater o projeto, os vereadores discutiram por quase uma hora como deveria ser a forma correta de votar para derrubar a proposta. Aberta a votação, o público começou a gritar “não”. Todos os vereadores obedeceram, inclusive os que articularam nos bastidores para que a proposta de aumento fosse inserida ao projeto. O placar eletrônico registrou 15 a 0, algo incomum numa Câmara em que as divergências entre as bancadas governista e de oposição são frequentes.

Sem o aumento das vagas, restava tentar salvar as férias de inverno. Mais uma vez, os manifestantes pressionaram. Gritaram “não”. Foram atendidos e o placar voltou a registrar 15 a 0. “Eles não votaram por unanimidade porque queriam, mas porque o povo estava aqui. Quando o povo está mobilizado, as coisas acontecem. Vamos continuar pressionando sempre que necessário”, disse o estudante Luiz Eduardo Stival.

Na reunião passada, a empresária Viviane Araújo saiu frustrada da Câmara e foi à polícia prestar queixa contra Jépy Pereira. Ontem, ela voltou a chorar. Desta vez, de emoção. “É isto que esperamos das pessoas, que tenham fé. Ter fé é acreditar naquilo que não se pode ver. Com fé, a gente sempre vai conseguir vencer. A votação unânime não teria acontecido se a população não estivesse aqui. Esta foi a nossa resposta. Nós conseguimos, somos vitoriosos.”

Fonte Portal GCN

Futebol - Arena Palestra pode receber UFC e jogo de inauguração entre Palmeiras e LA Galaxy


A Arena Palestra está sendo construída para o torcedor palmeirense, mas sediar os jogos do clube será apenas uma das atividades. Com o anúncio feito com a AEG, especializada em gestão de arenas esportiva, a WTorre quer turbinar o estádio com eventos de todos os tipos. O estádio poderá receber até o UFC e ter o jogo de abertura entre Palmeiras e Los Angeles Galaxy.

A AEG é a proprietária do time norte-americano que tem David Beckham no elenco. Por isso, já cogita o jogo de abertura, ideia defendida pelo próprio presidente da empresa. Além disso, o astro inglês poderia ter novas participações no empreendimento.

“É uma ideia do nosso presidente. Tem três brasileiros jogando lá. Podemos usar o Beckham de outras formas também, porque não? Ele é uma pessoa muito fácil, sabe tudo de futebol e entende muito dos negócios do futebol também. Ele até queria ter estado aqui, mas não pôde”, disse o vice-presidente sênior da empresa Chuck Steedman.

Para os fãs do MMA, a nova Arena também pode ter novidades. A AEG tem experiência em sediar o UFC e vê no Brasil um bom mercado pela ascensão do esporte no país. Na visão de Steedman, o estádio palmeirense aparece como boa possibilidade para sediar as lutas.

“Já tivemos várias experiências com o UFC e todas foram muito positivas. É uma coisa que está crescendo muito aqui e fez muito sucesso quando veio pela última vez. Eles até têm a origem aqui no Brasil, com o Jiu-Jitsu. Certamente a Arena passa a ser um lugar muito bom para que o evento aconteça, ainda mais em São Paulo”, afirmou.

Menina filipina sai do "túmulo" após ser estuprada e enterrada viva


Uma menina de dez anos saiu do "túmulo" e denunciou um primo que a teria estuprado, agredido e enterrada viva no sul das Filipinas, indicaram fontes policiais nesta quinta-feira (6).

O inspetor Roberto Ocumen, chefe da Polícia de Magpet, explicou à imprensa local que a menina relatou que seu primo Dennis Quilatonde, de 21 anos, a violou, bateu em sua cabeça com um objeto e enterrou no último domingo nesta localidade do sul do país.

A menor, que recuperou os sentidos quando já estava enterrada, conseguiu voltar à superfície e retornou para casa com a ajuda de vários vizinhos, antes de denunciar seu primo. O acusado foi detido já na segunda-feira e permanece sob custódia policial.

Ex-deputado acusado de pedofilia é absolvido no Pará


O ex-deputado estadual do Pará Luiz Afonso Proença Sefer foi absolvido da acusação de pedofilia pela 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado.

Ele havia sido condenado, em junho do ano passado, a 21 anos de prisão por estupro e atentado violento ao pudor. Chegou a ser preso, mas obteve um habeas corpus e passou a responder ao processo em liberdade.

Nesta quinta-feira (6), a Justiça paraense julgou recurso impetrado por sua defesa e o absolveu por dois votos a um. O Ministério Público vai recorrer da decisão.

Grupos em defesa dos direitos humanos também deverão protestar contra a decisão. A Comissão de Justiça e Paz da Regional Norte 2 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), que engloba Pará e Amapá, vai se pronunciar sobre o assunto na próxima segunda-feira.

Sefer foi deputado estadual no Pará e renunciou ao mandato em 2009, quando o caso veio à tona. Ele corria risco de ser cassado.

Segundo denúncia do Ministério Público, ele abusou sexualmente de uma criança de nove anos que passou a morar em sua casa em 2005, trazida de um município do interior paraense.

A defesa do deputado, representada pelos advogados Márcio Thomaz Bastos e Oswaldo Serrão, argumentou que não havia provas suficientes para atribuir a ele a autoria da ação.

O relator do recurso entendeu que as acusações eram baseadas apenas no depoimento da vítima e que havia dúvidas sobre a autoria do crime.

Entenda como a sibutramina age no corpo humano


Remédio para emagrecer age sobre o cérebro e dá sensação de saciedade. Medicina ainda não sabe explicar por que risco cardiovacular cresce 

Com a proibição de três medicamentos – anfepramona, femproporex e mazindol – pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a sibutramina é hoje a única droga usada para emagrecer que atua sobre o sistema nervoso. Além dela, só há mais um remédio disponível para esse fim, o orlistate – cujo nome de mercado é Xenical – que age sobre a absorção de gordura no intestino.


O farmacêutico Ivan da Gama Teixeira, diretor técnico e vice-presidente da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag), contou que a substância surgiu como um antidepressivo. “Viram que a diminuição do apetite era um efeito colateral e o remédio passou a ser usado como emagrecedor”, explicou.


Contudo, o que a sibutramina faz no cérebro não é exatamente inibir o apetite, como é o caso dos remédios que foram proibidos. Na verdade, ela estimula a saciedade. “Na prática, o paciente fica satisfeito com menos comida”, resumiu o endocrinologista Walmir Coutinho, pesquisador que participou da pesquisa “Scout”, a maior já feita sobre o remédio, que acompanhou pouco menos de 10 mil pacientes durante um período médio de 3 anos e 5 meses.


Os especialistas consultados pelo G1 explicaram que a sibutramina age sobre dois neuro transmissores: a serotonina e a noradrenalina. Esses neurotransmissores funcionam entre os neurônios, levando informações de um para o outro. Nesse processo, geram a sensação de saciedade.


Normalmente, isso ocorre num curto período de tempo, e eles retornam para dentro das células – o que é chamado de recaptação. O que a sibutramina faz é retardar essa recaptação, ou seja, a serotonina e a noradrenalina ficam por mais tempo fazendo a ligação entre os neurônios e deixam o indivíduo saciado.


Efeitos colaterais
Coutinho afirmou que os cientistas ainda estão tentando entender mais detalhes sobre o funcionamento da substância. Por isso, ainda não se sabe explicar por que ocorrem os efeitos colaterais, que, segundo ele, podem ser boca seca, taquicardia e insônia.


A pesquisa “Scout” registrou ainda que, entre pessoas que já têm alto risco de doenças cardiovasculares – como enfarte e derrame –, esse risco aumenta. No entanto, ainda não há explicação de como isso acontece no corpo humano.


Autor: Tadeu Meniconi 

Morre Steve Jobs, fundador da Apple


Los Angeles (EUA) 5 out (EFE).- Steve Jobs, o fundador da Apple e uma figura icônica que transformou os hábitos de consumo de várias gerações com produtos como o iPod, o iPhone e o iPad, morreu nesta quarta-feira aos 56 anos, de acordo com informações da empresa.

Jobs foi executivo-chefe da Apple até o final do mês de agosto quando renunciou por não poder continuar com suas obrigações após oito meses de baixa por motivos médicos.

"O brilho, a paixão e a energia de Steve foram a fonte de incontáveis inovações que enriquecem e melhoram nossas vidas. O mundo é enormemente melhor devido a Steve", assinalou o conselho de administração da Apple em comunicado.

O executivo tinha superado um tumor de pâncreas em 2004, um transplante de fígado em 2009, e foi visto em centros de tratamento para pacientes de câncer ao longo do ano, no qual apareceu pouco em público.

Jobs reapareceu para a apresentação do iPad 2 no último mês de março, um evento no qual foi recebido com uma sonora ovação e no qual se mostrou extremamente magro.

O intenso envolvimento de Jobs no design e desenvolvimento de bem-sucedidos produtos como o iPod e o iPhone gerou uma imagem de dependência que faz o mercado se questionar se a Apple continuará sendo vanguardista sem sua grande cabeça pensante.

Na terça-feira, a Apple revelou seu novo modelo do iPhone, o iPhone 4S, em um ato conduzido por Tim Cook, sucessor de Jobs, que não compareceu como costumava fazer desde a estreia em 2007 do revolucionário dispositivo.

No último dia 5 de janeiro, Jobs afirmou em comunicado que seus médicos haviam determinado que seus problemas de saúde tinham como origem um desequilíbrio hormonal de tratamento "simples".

Vira-lata enfrenta pit bull para proteger criança de três anos em Campo Grande


Um cão vira-lata conhecido como Fofinho virou herói na manhã desta quarta-feira (5), em um bairro de Campo Grande (MS), ao enfrentar um cachorro pit bull para defender uma de suas donas, a garotinha Gabrielly, de apenas três anos de idade.

A mãe da criança, Kenya Rodrigues, uma adolescente de 16 anos, disse que lavava louça na cozinha e conversava com a mãe e a tia, quando percebeu o pit bul na sala da casa, no bairro Jardim Carioca.
O animal seguiu direto em direção à criança, mas o vira-lata interceptou o ataque, ficando de frente ao cão agressor.

O pit bull então mordeu Fofinho e o arrastou pela boca até a rua. Os vizinhos, na tentativa de salvar o vira-lata, atiraram objetos no cachorro, mas de nada não adiantou.

Para sorte do vira-lata, um carro de passeio –ainda não se sabe se de propósito ou não– atropelou o pit bull, que soltou Fofinho no chão.

O vira-lata foi levado para uma clínica veterinária, onde recebeu atendimento e ficou em observação. O cachorro levou pontos pelo corpo, mas está fora de risco. Já o pit bull, mesmo machucado pela batida do carro, seguiu para sua casa, onde foi trancado pelos donos. O cão agressor, embora nunca tenha atacado ninguém até hoje, é conhecido como fujão no bairro, já que o muro da casa dele é baixo.

Em junho do ano passado, também na capital sul-mato-grossense, um outro pit bull matou o próprio dono, um empresário que havia entrado em casa de madrugada. À época, os investigadores do caso disseram que a fúria do cão teria sido motivada por fome.

Menino inicia tratamento de mudança de sexo aos 8 anos


Com direito a tratamento à base de hormônios, o menino Thomas Lobel, da Califórnia, está mudando de sexo e vem causando polêmica. Ele, que tem 11 anos e é filho de um casal de lésbicas, iniciou o processo aos 8 anos de idade.

As mães do menino, que agora se chama Tammy, defendem a decisão do garoto, alegando que era melhor iniciar o processo de mudança de sexo já na infância, pois na puberdade tudo seria mais complicado e, nesse período, o número de suicidas com transtorno de identidade é muito maior.

Segundo Pauline Moreno e Debra Lobel, uma das primeiras coisas que Tammy aprendeu a falar foi “Sou uma menina”. Outro fator decisivo para o incentivo das mães foi o fato de aos 7 anos ele ameaçou mutilar o próprio órgão sexual. Foi aí que o transtorno de gêneros foi diagnosticado e no ano seguinte iniciaram a medicação - implantada em seu braço esquerdo e que impedirá o desenvolvimento de ombros largos, voz grave e pelos faciais no menino.

Segundo informações do 'Daily Mail', o tratamento hormonal permitirá à Tammy ter tempo de decidir se é isso mesmo o que quer. Caso decida parar de tomar a medicação, será possível passar pela puberdade como um garoto normalmente, sem, inclusive, afetar a sua fertilidade. Mas ao resolver se tornar uma mulher definitivamente, os remédios ajudarão no desenvolvimento de características físicas femininas, como o crescimento de seios.

A cidade de Berkeley, onde Tammy vive, é uma das quatro nos Estados Unidos (Boston, Seatle e Los Angeles são as outras) onde há um hospital com programas para crianças transexuais. Lá elas são assistidas por profissionais de saúde mental, endocrinologistas e pediatras especializados.