Menino de um ano e meio morre de meningite no interior de SP


Um menino de um ano e meio morreu de meningite no domingo (27) na Maternidade Sinhá Junqueira, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo). Foi a terceira morte causada pela doença registrada no município neste ano.

Segundo a diretora do departamento de Vigilância em Saúde de Ribeirão, Maria Luiza Santa Maria, o menino era de Santa Cruz das Palmeiras (241 km de SP).

Ele chegou a Ribeirão no sábado (26), já com diagnóstico de meningite pneumocócica --um tipo de infecção que pode ser prevenida com vacinas disponíveis na rede pública, disse Santa Maria.



O caso será investigado pela Secretaria de Saúde de Santa Cruz das Palmeiras. A reportagem não conseguiu contato com a prefeitura da cidade para comentar o caso.

Segundo Maria Luiza, somente uma das três mortes por meningite em Ribeirão neste ano é de morador do município. Trata-se de uma adolescente de 15 anos, que morreu em março por meningite.

Em junho, um menino de um ano e nove meses, de São Joaquim da Barra (382 km de SP), morreu também na Maternidade Sinhá Junqueira por meningite.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, a região de Ribeirão Preto teve até outubro deste ano 107 casos de meningite, com oito mortes. Em todo o ano de 2010 foram 163 casos com 17 mortes.

A meningite é uma inflamação das membranas que envolvem o cérebro, de acordo com o Ministério da Saúde. Há diversos tipos de meningite, que podem ser causadas por bactérias ou vírus, e nem todas são contagiosas ou transmissíveis.

A recomendação é que as pessoas mantenham a higiene das mãos e os ambientes ventilados para evitar a transmissão da doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário