Depois de 36 anos no espaço, Voyager sai do Sistema Solar

Agora é oficial. A sonda americana Voyager 1 se tornou o primeiro artefato humano a deixar o Sistema Solar.

E já faz um ano. A demora para o anúncio foi ocasionada pela dificuldade em interpretar os dados da nave, que está viajando há 36 anos rumo ao espaço interestelar.

Nesta quinta (12), em um estudo publicado na revista científica americana "Science", a Nasa confirma que o veículo não tripulado já não sente mais a influência da radiação solar.

A sonda atingiu um ponto em que a pressão de radiação das estrelas já superou a exercida pelo Sol.

"Agora que temos esses novos dados, acreditamos que esse é o salto histórico da humanidade no espaço interestelar", diz Ed Stone, cientista-chefe das sondas Voyager. "A equipe precisava de tempo para analisar essas observações e tirar conclusões. Mas agora podemos responder à pergunta que estávamos todos perguntando: "Já chegamos?" Sim, chegamos."

Fonte: Folha de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário