Faixa polêmica de Neymar ganha até dos “travestis de Ronaldo”

O jornalista Xico Sá fez uma comparação curiosa durante o programa Redação Sportv desta terça-feira, 9,  sobre a chamada “crucificação de Neymar”, na imprensa mundial e nas redes sociais.

O comentário foi relacionado à polêmica faixa “100% Jesus” que o craque usou ao final da Champions League, no último sábado. E Sá foi muito espontâneo: “Ronaldo pegou um travesti na terça-feira e, no domingo, era absolvido pelo Fantástico”, disse.

Segundo a mesa redonda, também formada por André Rizek e David Butter, Neymar é sempre notícia em tudo o que faz - até mesmo bobagens -, e suas atitudes repercutem muito mais do que as de qualquer outro atleta no mundo hoje.



Rizek completou: “Se a faixa estivesse na testa de Daniel Alves, a polêmica não seria tamanha”. Butter falou também sobre “certas etiquetas da competição” e o incômodo exagerado que o jogador causa.

O debate no programa começou por conta da exibição de matérias de jornais nacionais e internacionais sobre o assunto - o francês Le Figaro chegou a acusar o jogador de proselitismo religioso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário