BRUNO GAGLIASSO E GIOVANNA EWBANK SÃO CRITICADOS APÓS ADOTAR CRIANÇA AFRICANA.

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank adotaram a pequena Titi, como a menina é carinhosamente chamada, após idas constantes ao Malauí.

Bruno Gagliasso e a mulher, Giovanna Ewbank, comemoram a chegada de sua filha adotiva, a africana Chissomo, de 2 anos, ao Brasil. No entanto, a frase usada pela atriz "Amor não tem endereço", para responder aos questionamentos feitos em relação à adoção, gerou discussão nas redes sociais. De acordo com o jornal "O Globo", enquanto alguns argumentam que o ato é nobre e não deve ser restrito a fronteiras, outros defendem que no Brasil há muitos órfãos que precisam de um lar.

Segundo a publicação, o assunto gerou debate sobre a procura de brasileiros por crianças de fora do país entre especialistas da área. Organizações ligadas ao tema argumentam que muitas vezes a decisão é motivada pela demora do processo no país. Por outro lado, autoridades dizem que a agilidade do sistema internacional pode ser uma ilusão.

"Será que só na África tem crianças precisando ser adotadas?", questionou um internauta. "Parabéns pela linda atitude. Seu gesto foi de puro amor! Que a família seja extremamente feliz", rebateu outro seguidor. "Muita gente criticando eles por terem adotado uma criança africana, com tantas crianças órfãs no Brasil: eles foram a trabalho, conheceram a menina e se apaixonaram. Será que quem critica faz alguma coisa para ajudar? Criança é criança em qualquer lugar do mundo. Amor não tem endereço", escreveu uma usuária.

Os atores adotaram a pequena "Titi", mostrada pela primeira vez na última quinta-feira (7) e que já tem seu próprio fã-clube na internet, após idas constantes do casal ao Malauí. A repórter do "Vídeo Show" se encantou com o país durante uma visita em 2015, para uma reportagem do "Domingão do Faustão".

Nenhum comentário:

Postar um comentário