Governo suspende por 30 dias pagamento de convênios com ONGs


O governo informou nesta domingo (30) que a presidenta Dilma Rousseff assinou um decreto que suspende por 30 dias o pagamento de convênios com ONGs (organizações não governamentais).

Segundo informações do blog do Planalto, o pagamento está suspenso para que seja feita a "avaliação da regularidade da execução dos convênios, contratos de repasse e termos de parceria".

O decreto entra em vigor nesta segunda-feira (31), quando será publicado no "Diário Oficial" da União.

A medida ocorre em meio à crise no Ministério do Esporte após a denúncia de um esquema de desvio de recursos do programa Segundo Tempo, que dá verba a ONGs para incentivar jovens a praticar esportes.

A acusação foi feita à revista "Veja" pelo policial militar João Dias Ferreira. Ele e seu motorista disseram em entrevista à revista que o então ministro Orlando Silva recebeu parte do dinheiro desviado pessoalmente na garagem do ministério.

Orlando tem desqualificado o policial militar em entrevistas e nas oportunidades que falou do assunto e disse que as acusações podem ser uma reação ao pedido que fez para que o TCU (Tribunal de Contas da União) investigue os convênios do ministério com a ONG que pertence ao autor das denúncias.

O Esporte disse que Ferreira firmou dois convênios com a pasta, em 2005 e 2006, que não foram executados. O ministério pede a devolução de R$ 3,16 milhões dos convênios.

Orlando deixou o governo na semana passada, e foi substituído por Aldo Rebelo.

Após ser confirmado na pasta, Aldo cancelou sete convênios do programa Segundo Tempo.

Os contratos suspensos somam R$ 9,4 milhões e alguns deles envolvem instituições ligadas ao PC do B citadas em escândalos nos últimos dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário