Americano recebe transplante de rosto depois de ser deformado por tiro


Depois de passar 15 anos usando uma máscara e vivendo isolado, um americano de 37 anos, morador do Estado de Virginia, ganhou um novo rosto. Ele havia sido deformado após sofrer um tiro e agora tem dentes, mandíbula, nariz e rosto refeitos após uma cirurgia na Universidade de Maryland, nos EUA.

Os médicos de lá dizem que é o transplante mais completo já feito até hoje.

O paciente, Richard Lee Norris, está se recuperando bem depois da operação, feita na semana passada. Ele começa a ter sensibilidade no rosto e já está escovando os dentes e se barbeando, segundo informações passadas pelo Centro Médico da Universidade de Maryland.

O americano Richard Norris antes e depois do transplante de rosto

Ele também recuperou o olfato, sentido que havia perdido após o acidente.

Norris estava vivendo isolado, fazendo compras só à noite. A esperança é que, com a operação, ele retome sua vida normal, diz o cirurgião Eduardo Rodriguez.

Apesar de ter recebido o rosto de um doador, Richard não se parece com ele agora. "É uma combinação dos dois indivíduos", afirma Rodriguez.

Por causa de múltiplas cirurgias que Richard tinha sofrido, ele não tinha mais dentes, nariz e só permaneceu com parte da língua. Ele ainda tinha paladar, mas não mais olfato.

"Fazia 15 anos que ele não sentia cheiros. No terceiro dia após o transplante, ele recuperou o olfato", diz Rodriguez.

A cirurgia levou 36 horas. Segundo os médicos, foi o transplante de rosto mais completo até hoje porque incluiu dentes, maxilar e mandíbula, parte da língua e tecido do couro cabeludo e da nuca.

Esse foi o 23º transplante de rosto já feito. O primeiro transplante completo foi em 2005, na França.

Nenhum comentário:

Postar um comentário