Suspeito de assassinar menina de dez anos é encontrado morto em cela de Goiás


O suspeito de ter assassinado Gabrielly Caroline Dias Rocha, 10 anos, foi encontrado morto em cela da Casa de Prisão Provisória (CPP), de Aparecida de Goiânia. O corpo de Carlos José Moreira, 50, estava com fios da eletricidade envoltos ao pescoço.

A morte de Carlos, que confessou à polícia ter matado e abusado sexualmente da criança, na cidade de Uruana (157 km de Goiânia), foi constata pelos agentes penitenciários na madrugada de sábado (10).

O corpo foi retirado do local por equipes do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para perícia. Os trabalhos foram acompanhados pelo presidente da Agência Goiana de Execução Penal (Agsep), Edmundo Dias.

Segundo informações da Agsep, as análises inicias apontam que Carlos retirou parte dos fios da rede elétrica subindo na grade da cela. O material foi utilizado para se enforcar. Ele estava numa cela isolada.

A morte de Carlos encerra uma etapa das investigações da morte da garota Gabrielly. Caso o inquérito conclua que ele é o assassino, o processo se encerra assim que for juntado o atestado de óbito do criminoso.



O crime 
Gabrielly foi morta na manhã de 18 de outubro deste ano, depois que saiu da casa da avó para doar um cachorro. Como era amiga da filha do criminoso, ela passou no vizinho antes de seguir para o local onde deixaria o animal.

Na delegacia, Carlos contou que estava bêbado e pediu para que a garota entrasse. Ele estava sozinho e cometeu o crime. Ainda não há comprovações se houve abuso sexual.

Porém, a polícia não descarta a possibilidade, já que o preso tem passagem pela polícia por estupro. Segundo a delegada-geral da Polícia Civil, Adriana Accorsi, há indícios de que a motivação do crime é a compulsão sexual que ele tem.

A prisão ocorreu no dia seguinte, quando a filha do autor do crime encontrou em casa uma sapatilha de Gabrielly. Ele foi preso e confessou o assassinato.

O corpo de Gabrielly  foi encontrado em um canavial, na zona rural de Carmo do Rio Verde, cidade vizinha de Uruana (a 157 km de Goiânia) no dia 23 de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário