Felipão prevê jogo quente na semifinal e destaca força do Uruguai

O técnico Luiz Felipe Scolari avaliou nesta terça-feira que o jogo entre Brasil e Uruguai, na quarta, no Mineirão, terá clima tenso e será bem disputado, com alto nível técnico, pois valerá uma vaga na decisão da Copa das Confederações, mas também por se tratar de um tradicional clássico sul-americano, com equipes recheadas de grandes jogadores.

"Isso é uma tradição, é um clássico sul-americano bem disputado. Independentemente de qual competição for, tem sempre disputas mais fortes. Mas contra a Itália também foi forte e com o México também foi bem disputado. Os clássicos sul-americanos são dessa forma. Se for na Libertadores, nos jogos com os argentinos também é assim. Sabemos disso", avaliou.

Além disso, Felipão destacou a força do Uruguai, que manteve a base da seleção que foi semifinalista da Copa do Mundo de 2010 e também conquistou o título da Copa América. Assim, o treinador citou nominalmente destaques individuais, como Cavani, Forlán e Lugano.

"Conheço o Tabárez (Oscar Tabárez, técnico do Uruguai) de muitos anos, sei como trabalha, a sua qualidade. Apresentou isso sempre nos seus trabalhos. Se analisarmos, veremos que o Cavani foi o máximo goleador da Itália. Forlán foi o melhor da Copa de 2010. Suárez foi o melhor da liga inglesa. Só aí já começa uma situação para ter cuidado", disse. "O Lugano, pela sua liderança, todos os times brasileiros querem contratar. Todos juntos formam um time de muita qualidade", completou.

Diante de um adversário forte e em um jogo decisivo que pode ser catimbado, Felipão garante não temer a falta de experiência da renovada seleção brasileira. "São experientes, sim. Mesmo o Neymar, com 21 anos, quantas Libertadores já jogou? Tenho jogadores com muita vivência em campeonatos europeus", disse.



Em um jogo que promete ser equilibrado, Felipão voltou a pedir o apoio do torcedor que for ao Mineirão. "Em Minas Gerais, digo, independente da escalação, para que amanhã a torcida faça a diferença como as outras cidades fizeram. Ajude-nos. É um momento importante. Um passo importante contra o Uruguai", afirmou.

Assim, o treinador aproveitou para agradecer o apoio que a seleção recebeu nos três jogos da fase de grupos da Copa das Confederações. "O torcedor brasileiro tem se manifestado com carinho fantástico. Em todos os locais que jogamos fomos recebidos dentro e fora de campo de forma espetacular. Os torcedores entenderam a resposta do que solicitamos", comentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário