5 dicas para faturar com um canal no YouTube

Para Felipe Castanhari, dono do canal Nostalgia, é fundamental desenvolver uma ideia inovadora.

Fazer sucesso com vídeos no YouTube é o sonho de muita gente. Hoje, ser “YouTuber” deixou de ser uma profissão incerta para se tornar um empreendimento com chances de sucesso.
Felipe Castanhari, 25, é o criador do canal Nostalgia -- um case de sucesso na área. Ele tem mais de 3 milhões de usuários inscritos no canal e seus vídeos possuem uma média 1 milhão de visualizações. Castanhari contou para o site de Pequenas Empresas & Grandes Negócios as dicas para quem deseja investir nessa área.



1. Pense em algo que ninguém fez
O YouTube tem milhares de pessoas fazendo vídeos sobre os mais diferentes temas. Se você deseja se destacar, precisa pensar em algo inédito. Castanhari teve a ideia de criar o Nostalgia quando buscava por vídeos sobre a época de sua infância. Ao perceber que não havia nada específico sobre o tema, arriscou gravar o primeiro programa.

Comece buscando por um tema que você goste e tenha vontade de falar. Em seguida, tente criar um enfoque ou formato novo que ninguém tenha feito. Se o seu produto for inovador, com certeza as pessoas vão buscá-lo.

2. Busque referências
YouTubers de sucesso possuem formato e estratégias de negócios consolidadas. Eles têm sempre muito a ensinar. Mas nunca se esqueça de usá-los apenas como fonte de inspiração e aprendizado. Não copie as ideias de ninguém. Seja inovador sempre.

3. Invista na qualidade do conteúdo
Muitas pessoas acreditam que você precisa ter um equipamento de ponta para fazer bons vídeos. Para Castanhari, “é mais importante trabalhar na qualidade de conteúdo do vídeo do que se preocupar em comprar uma câmera de última geração”. Uma qualidade boa de imagem obviamente ajuda na versão final do produto. Entretanto, um programa bem feito em termos de conteúdo atrairá mais pessoas do que um vídeo com imagem em alta definição, por exemplo. Aos poucos, conforme você cresce, pode ir comprando equipamentos mais modernos e tornando o seu trabalho mais refinado.

4. Pense qual estratégia de monetização você quer adotar
Existem diversas formas de monetizar no YouTube. A primeira frente é com anúncios colocados pelo site antes ou durante o vídeo. Cada propaganda visualizada rende um valor em centavos e o dono do vídeo fica com 55%. “Esse é um formato de lucro em escala. Quanto mais visualizações você tiver, maior o valor ganho”.

No Nostalgia, Castanhari também adota o sistema de patrocinadores. Marcas como Coca-Cola e Petrobras já participaram de programas temáticos do canal. Segundo Castanhari, os YouTubers lucram de acordo com seu perfil: “Às vezes, um canal com muitos views pode não ser interessante para anunciantes, enquanto um canal menor consegue apoio de grandes patrocinadores. Pode ser que seja mais vantajoso para você ter um e-commerce com produtos personalizados do canal do que correr atrás de anunciantes. Tudo depende do seu perfil e do seu conteúdo”.

5. Tenha paciência
Dificilmente os canais do YouTube conquistam relevância em pouco tempo. Ficar ansioso por conseguir um grande número de views pode atrapalhar o seu planejamento e interferir na qualidade dos vídeos. Todo resultado vêm ao longo do tempo e com muito trabalho.

Castanhari fez quatro vídeos antes de conseguir alcançar mais de 1.000 pessoas. Mesmo com as dificuldades iniciais, ele insistiu. “No começo é essencial divulgar o seu trabalho. Mandar e-mails para blogs pode ser uma estratégia interessante para alcançar projeção”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário